Abertas candidaturas para empresas que oferecem estágios da Fundação da Juventude

A segunda fase arranca a 18 abril com a abertura das inscrições para jovens estudantes que pretendam candidatar-se a um dos estágios disponibilizados pelas empresas.

Arrancou a 26ª edição do PEJENE – Programa de Estágios de Jovens Estudantes do Ensino Superior nas Empresas. Esta primeira fase do programa  destina-se a empresas e entidades de acolhimento interessadas em receber estagiários e termina a 14 de abril.

A segunda fase arranca a 18 abril com a abertura das inscrições para jovens estudantes que pretendam candidatar-se a um dos estágios disponibilizados pelas empresas.

As candidaturas, que este ano estão disponíveis para todas as áreas de atividade, podem ser efetuadas através de site próprio, à semelhança do ano passado, onde, após avaliação dos requisitos das empresas e entidades de acolhimento, será divulgada a lista de vagas para estágios, iniciando-se, assim, as candidaturas para os jovens estudantes.

Em 2017, o  PEJENE deu prioridade a empresas  das áreas da ‘economia laranja’ e ‘economia verde’. “Nesta edição de 2018, e tendo em conta o elevado número de pedidos de empresas, a Fundação da Juventude decidiu não estipular critérios de preferência, dando assim oportunidade a todas as empresas de apresentarem a sua candidatura enquanto entidade de acolhimento”, explica Carla Mouro, presidente executiva da Fundação da Juventude.

Segundo esta responsável, na última edição do programa, a  taxa de empregabilidade verificada após a realização do estágio, foi de 23%, mais  4% do que no ano anterior.

Recomendadas

Governo abre 85 vagas para estágios profissionais destinadas a jovens até 29 anos

Estas vagas destinam-se aos chamados jovens “nem-nem” (nem estudam, nem trabalham). As candidaturas estão abertas até às 18h00 do dia 30 de setembro.

Oito portugueses entre os vencedores do maior programa universitário de inovação digital da Europa

O European Innovation Academy é o maior programa universitário de aceleração em Inovação Digital da Europa. A terceira edição realizou-se entre os dias 14 de julho e 2 de agosto. Há oito portugueses entre os vencedores, com projetos que vão desde apoio a invisuais e a crianças com doenças crónicas até bicicletas com airbaigs.

Martin Kern: “Uma economia não se mede apenas pelo número de unicórnios”

Em entrevista ao Jornal Económico, o diretor do Instituto Europeu da Inovação e da Tecnologia refere que o aumento orçamental proposto pela Comissão Europeia para os próximos anos pode beneficiar as startups e as atividades de investigação em Portugal.
Comentários