ADSE sob suspeita de corrupção passiva, revela Ministério Público

Factos denunciados, explica a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, “envolvem o eventual pedido de contrapartidas ilícitas tendo em vista a eliminação de inquéritos abertos na ADSE a clínicas com acordos com este Instituto”.

Suspeitas de corrupção passiva no sistema de saúde dos funcionários público (ADSE) levaram a Polícia Judiciária a realizar buscas domiciliárias e não domiciliárias na segunda-feira, revelou hoje o Ministério Público.

Segundo a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL), “foram realizadas várias buscas domiciliárias e não domiciliárias, no âmbito de um inquérito que tem por objeto a investigação de suspeitas da prática de crimes de corrupção passiva em serviço da ADSE”.

Os factos denunciados, explica a PGDL, “envolvem o eventual pedido de contrapartidas ilícitas tendo em vista a eliminação de inquéritos abertos na ADSE a clínicas com acordos com este Instituto”.

O inquérito do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa tem a coajuvação da Unidade Nacional contra a Corrupção da PJ.

Segundo a revista Sábado, a investigação incide sobre o presidente demissionário da ADSE, Carlos Liberato Baptista, por suspeitas de corrupção.

Carlos Liberato Batista demitiu-se em abril, alegando “motivos pessoais”, dias antes de a TVI emitir uma reportagem que levantou suspeitas sobre a sua gestão na Associação de Cuidados de Saúde da antiga Portugal Telecom.

Ler mais
Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?
Comentários