AICEP vai inaugurar delegação em Buenos Aires na segunda-feira

A cerimónia, prevista para a próxima segunda-feira, na capital argentina, contará com a presença do primeiro-ministro António Costa.

O presidente da AICEP, Luís Castro Henriques, inaugura na próxima segunda-feira a sede da delegação deste organismo em Buenos Aires, capital argentina.

A cerimónia vai contar com a presença do primeiro-ministro, António Costa, e do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

O Presidente da AICEP integra a missão oficial do Primeiro-Ministro à Argentina.

Desta formaLuís Castro Henriques vai estar, nos dias 12 e 13 de junho, em Buenos Aires, onde também irá participar no Fórum de Negócios Argentina-Portugal, que terá a presença de membros dos Governos de Portugal e da Argentina e de dezenas de empresas dos dois países.

Também estará presente a Agência congénere da AICEP, a Agencia Argentina de Inversiones y Comercio Internacional (AAICI), sendo esta uma excelente oportunidade para se fazerem ou perspetivarem negócios.

A abertura oficial da Delegação da AICEP será feita no dia 12, segunda-feira, pelas 13h00.

“A presença da AICEP neste país da América do Sul pretende contribuir para aprofundar as relações económicas bilaterais e estabelecer novas parcerias entre os países”, avança um comunicado da AICEP.

A Argentina foi em 2016 o 48º cliente de Portugal e o seu 49º fornecedor. As exportações portuguesas de bens para a Argentina cresceram, em média, 23,7% entre 2012 e 2016, tendo totalizado neste último ano cerca de 92,5 milhões de dólares. Dados que apontam para uma boa margem de crescimento.

“Atualmente encontram-se registadas 184 empresas portuguesas a exportar para a Argentina, um número que, através de um maior apoio no terreno com a presença da AICEP e reforço das relações bilaterais, poderá crescer nos próximos anos”, defende o comunicado do organismo presidido por Luís Castro Henriques.

Entre os principais produtos que Portugal exporta para a Argentina encontram-se os combustíveis minerais (41,6%), madeira e cortiça (19,5%), máquinas e aparelhos (13,1%), matérias têxteis (6,5%) e metais comuns (4,7%).

Ler mais
Relacionadas

É uma casa portuguesa com certeza. AICEP leva empresas a Madrid para mostrar decoração nacional

A partir de hoje e até 18 de maio, marcas portuguesas vão estar na Casa Decor. Setores do mobiliário, têxtil-lar, de iluminação e utilidades domésticas vão dar a conhecer a indústria nacional.

Aicep promove vinhos portugueses em Berlim

A mostra terá lugar na KaDeWe, a maior ‘deparment store’ europeia a seguir ao Harrod’s, prevendo-se 50 mil visitantes por dia.

AICEP quer captar “mais e melhor” investimento e potenciar as exportações

“Só com mais exportações e mais investimento poderemos assegurar um crescimento sustentável e a longo prazo para Portugal”, reconhece o novo presidente do AICEP, Luís Castro Henriques, escolhido pelo Governo de António Costa.
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários