Albuquerque arrasa TAP acusando administração de incompetência e companhia aérea de estar a dar cabo do turismo

O presidente do Governo Regional afirmou que o executivo está a ponderar utilizar recursos legais para reclamar junto da TAP uma indemnização pelos elevados prejuízos que está a causar à economia da Madeira.

O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, arrasou, na passada terça-feira a administração da TAP referindo que esta é incompetente e de não ter qualquer responsabilidade cívica e social. O governante acrescentou ainda que a companhia aérea com os constantes cancelamentos de voos para a Madeira tem contribuído para dar cabo do turismo da Região Autónoma.

“É uma vergonha a forma como a TAP tem tratado os madeirenses e prejudicado a economia da Região nos últimos meses”, afirmou Albuquerque. As críticas do governante vão também para a República, enquanto accionista da companhia aérea, por permitir que a companhia de aviação “continue de forma sistemática desde o início do ano a cancelar voos para a Madeira” de “forma discriminatória, sem respeito pelos passageiros” e tratando os cidadãos de forma desprezível”.

Albuquerque diz que o que a TAP tem feito “é inadmissível”. A companhia aérea já cancelou “mais de 70 voos para a Madeira e já afectou deliberadamente mais de 10.000 passageiros”, acrescenta.

Os motivos para estes cancelamentos, clarifica Albuquerque, devem-se à “incompetência, negligência, e incompetência executiva” da companhia aérea que “começa a cancelar os voos para a Madeira porque têm menos custos do que cancelar para outros destinos.

“A TAP acha que pode fazer aquilo que quer e a administração não tem qualquer responsabilidade cívica e social nem sequer perante a Madeira”, reforça.

Albuquerque lembra os bons resultados alcançado pela Madeira no turismo, e que a TAP, com esta postura, tem contribuído para dar cabo deste setor na Região Autónoma.

“Não podemos aceitar esta situação”, vincou. “Estamos a ponderar avançar e reclamar junto da TAP uma indemnização pelos elevados prejuízos que está a causar à economia da Madeira”, anunciou o governante.

Ler mais
Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.
Comentários