Ambulâncias cada vez mais tempo paradas por falta de técnicos do INEM

No úlimo ano a ausência de técnicos dificultou em média 101 turnos por mês. No mês de junho veículos de emergência médica médica estiveram inoperacionais quase 1.200 horas.

A escassez de técnicos no Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) tem obrigado a que as ambulâncias estejam paradas cada vez mais tempo. A notícia é avançada esta quinta-feira pelo “Jornal de Notícias” (JN) no qual revela que só em junho, os veículos estiveram inoperacionais perto de de 1.200 horas.

Ao todo foram 148 turnos que ficaram por realizar superando a média do último ano, (101 por falta de pessoal) e maior do que a registada nos primeiros seis meses de 2018 (134). Com a chegada do período de férias é esperado que no mês de julho a inoperacionalidade das ambulâncias piore.

Nos últimos três anos 91 técnicos das ambulâncias e do Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU), deixaram o INEM, 29 em 2015, 41 em 2016, e 21 em 2017. Em sentido inverso entraram 102 elementos, sendo que nenhuma delas aconteceu no último ano.

De acordo com o JN entre janeiro e junho de 2018, já deixaram o INEM 21 técnicos, número idêntico ao registado em 2017.

Recomendadas

“Dietas milagrosas” contrariam forma saudável de perder peso, alerta Deco

Para perder peso e manter a saúde, a dieta deve ser variada, eliminar os alimentos hipercalóricos, contemplar nunca menos de 1200 quilocalorias diárias (no caso das mulheres) e 1500 quilocalorias (no caso dos homens).

Gastos irregulares de cinco hospitais públicos sob suspeita

Inspeção-Geral das Atividades em Saúde realizou auditorias a cinco hospitais públicos e encontrou gastos irregulares no valor de 23,5 milhões de euros. 

Saúde. Privados investem 750 milhões de euros na criação de 19 hospitais até 2020

O grande reforço da oferta privada é em Lisboa e no Porto. Mas também há uma aposta em novas regiões como na Madeira, Açores, Vila Real ou Viseu, de acordo com o presidente da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada, Óscar Gaspar.
Comentários