António Costa e Rui Rio vão a Bruxelas para “cimeira da primavera” e reunião do PPE

Na quinta e sexta-feira, o chefe de Governo representará Portugal na cimeira de março de chefes de Estado e de Governo da UE, a chamada “cimeira da primavera”, dedicada sobretudo a assuntos económicos. Rui Rio, por seu turno, participará pela primeira vez nas tradicionais mini-cimeiras do PPE que antecedem os Conselhos Europeus desde que foi eleito em diretas para a liderança do PSD.

Cristina Bernardo

O primeiro-ministro, António Costa, e o líder da oposição, Rui Rio, deslocam-se esta semana a Bruxelas, com o chefe de Governo a participar na “cimeira da primavera” e o presidente do PSD a estrear-se em reuniões do Partido Popular Europeu.

Costa estará três dias na capital da União Europeia (UE), já que, além de participar no Conselho Europeu de quinta e sexta-feira, é um dos convidados de um evento promovido pela Comissão Europeia, em conjunto com o canal televisivo pan-europeu Euronews, sobre os 30 anos da política de coesão, a ter lugar na quarta-feira ao final da tarde.

Na quinta e sexta-feira, o chefe de Governo representará Portugal na cimeira de março de chefes de Estado e de Governo da UE, a chamada “cimeira da primavera”, dedicada sobretudo a assuntos económicos, e que este ano incluirá ainda reuniões nos formatos a 27 (sem o Reino Unido, para discutir o ‘Brexit’) e a 19 (os países da zona euro, em mais uma “cimeira do euro”).

Rui Rio, por seu turno, participará pela primeira vez nas tradicionais mini-cimeiras do PPE que antecedem os Conselhos Europeus desde que foi eleito em diretas para a liderança do PSD, em janeiro passado.

No encontro da maior família política europeia, Rui Rio terá oportunidade de encontrar, entre outros, os presidentes das três principais instituições europeias, todos eles pertencentes ao PPE – Jean-Claude Juncker (Comissão Europeia), Donald Tusk (Conselho Europeu) e Antonio Tajani (Parlamento Europeu) -, e nove chefes de Estado e de Governo da UE membros do Partido Popular Europeu, entre os quais a chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy.

Relacionadas

O que disse António Costa

As palavras do primeiro-ministro no Parlamento Europeu, depois de dez anos de graves dificuldades económicas e financeiras, portanto sociais, tranquilizam qualquer português europeísta, vote ele no PS, no PSD, no CDS ou no PAN, só para referir os partidos com deputados

Rui Rio já está a cumprir

Numa semana, o quadro partidário mexeu, tornou-se mais complexo e capaz de articular políticas, consensos e, até, várias possibilidades de governo (…) Importante é registar que o PSD mudou de pessoas, de estratégia e de tática. Agora deverá, claro, começar o escrutínio
Recomendadas

Marcelo aprova aumentos de 700 euros para juízes, mas critica fosso salarial face aos polícias e militares

Marcelo Rebelo de Sousa destaca que os juízes, e membros de autoridades reguladoras e de supervisão a entidades públicas empresariais e empresas públicas, passando por outras entidades administrativas, já estão com salários mais elevados do que o primeiro-ministro. O Presidente exige que a desigualdade salarial seja “encarada na próxima legislatura”.

Incêndios florestais caíram 26% este ano face a 2018

“Estamos, até hoje, com 6.800 incêndios desde o início do ano, o que significa que temos um número de incêndios 36% inferior à média dos últimos dez anos. E uma área ardida 42% inferior à média dos últimos dez anos”, sublinhou Eduardo Cabrita.

Proteção Civil tem reservas de combustível para “mais de dois meses”

Apesar de garantir que existem reservas para mais de dois meses, Eduardo Cabrita sublinha que as prioridades têm de ser asseguradas quando se fala numa dificuldade de distribuição.
Comentários