António Mexia marca conferência para explicar suspeitas de corrupção

A EDP convocou uma conferência de imprensa sobre a investigação de que a empresa é alvo.

O presidente da EDP, António Mexia, marcou uma conferência de imprensa para amanhã, terça-feira, às 9h30, onde estará presente, além do número um da elétrica, o restante conselho de administração. As explicações da direção da EDP surgem na sequência de o Ministério Público ter constituído arguido António Mexia, por suspeitas de corrupção. A infomação f0i avançada pela assessoria da empresa esta segunda-feira.

Num comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Imobiliários (CMVM), esta manhã, a EDP reafirma que a sede da empresa foi objeto da visita de um Procurador da República do DCIAP, acompanhado da Polícia Judiciária, com o objetivo de realizar buscas e que “procederá hoje [dia 5] à consulta do processo após o que, durante o dia de amanhã, realizará uma conferência com o mercado”.

“A visita dos referidos elementos insere-se no âmbito de uma investigação que teve origem numa denúncia anónima e reporta-se a matéria relacionada com a extinção dos Contratos de Aquisição de Energia (CAE) e a sua substituição pelo regime dos Custos de Manutenção do Equilíbrio Contratual (CMEC), iniciada no ano de 2004. (…) A Administração da EDP facultou aos investigadores o acesso irrestrito a toda a informação e foi prestada toda a colaboração com vista ao esclarecimento dos factos”, afirmam.

De acordo com informações recolhidas pelo Jornal Económico na passada sexta-feira, a REN e a EDP confirmaram as buscas da Polícia Judiciária. “A REN confirma que, durante o dia de hoje, decorreram diligências por parte das autoridades judiciais, na sede da empresa, em Lisboa. A REN continuará, como sempre, a colaborar com as autoridades em tudo o que estiver ao seu alcance”, disse fonte oficial ao semanário. Na REN estão a ser investigados dados relativamente ao ano de 2014.

Segundo uma fonte oficial da EDP, a PJ esteve a fazer buscas nas suas instalações sendo que as mesmas só duraram essa tarde. A mesma fonte garantiu que a EDP colaborou com as autoridades. Além do líder da EDP, foram também constituídos arguidos João Manso Neto, CEO da EDP Renováveis, e dois responsáveis da REN: João Faria da Conceição, membro do Conselho de Administração e da Comissão Executiva e Pedro Furtado, membro da direção de serviços de apoio às concessões com a pasta “Estudos e Regulação” da REN.

Relacionadas

Investigação do DCIAP pressiona EDP e arrasta PSI 20 para terreno negativo

A praça portuguesa começou o dia com perdas no setor energético, depois de sexta-feira os CEO da EDP e EDP Renováveis terem sido levados para interrogatório por suspeitas de corrupção. Na Europa, a tendência é também negativa.

Suspeitas de corrupção: conheça os contratos que estão no centro da investigação à EDP e à REN

Guia para o ajudar a compreender os contratos que estão no centro da investigação na qual António Mexia, presidente da EDP, João Manso Neto, CEO da EDP Renováveis, e dois gestores da REN já foram constituídos arguidos.

Mexia, Manso Neto e dois gestores da REN constituídos arguídos

Presidente da EDP, CEO da EDP Renováveis e dois gestores da REN, João Faria da Conceição e Pedro Furtado, foram constituídos arguidos no âmbito da investigação judicial que levou hoje a buscas às elétricas e à consultora BCG.
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários