APAT pede maior investimento nos terminais de carga dos aeroportos

Transitários dizem que a gestora dos aeroportos em Portugal revela uma “criteriosa falta de visão” e desinvestimento nos terminais de carga.

Cristina Bernardo

A Associação dos Transitários de Portugal (APAT) acusa a ANA de desinvestimento no departamento de carga dos aeroportos e reitera que estes “não reúnem as condições necessárias para exponenciar a competitividade das exportações portuguesas”.

Num comunicado enviado às redações, a APAT indica que desde novembro, nos terminais de carga do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, tem-se multiplicado “a carga amontoada (por falta de espaço) e espalhada pelos terminais, fora do perímetro de segurança”. A situação é idêntica àquela que já se fez sentir no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

O cenário, no entanto, levanta questões quanto ao “acondicionamento e bom estado”, que segundo a APAT “não têm sido devidamente garantidos pelas entidades aeroportuárias”.

Os transitários falam numa “criteriosa falta de visão” dada a “inércia” da ANA “perante a necessidade urgente da tomada de iniciativas que contornem a realidade dos procedimentos de segurança se terem tornado uma entropia no movimento de mercadorias por via aérea, nos aeroportos do Porto e de Lisboa”.

A APAT acrescenta que “não havendo outras empresas com disponibilidade para investir, a solução terá de passar por ser a ANA a disponibilizar meios de rastreio nos terminais de carga”. “É, atualmente, incomportável, permanecermos impassíveis perante este contínuo desinteresse pela «carga»”, sublinha.

Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários