Aumento de produção de petróleo da Galp impulsiona PSI 20

A bolsa nacional soma 0,57%, para 5.651,31 pontos, em linha com a tendência europeia.

Benoit Tessier / Reuters
A bolsa portuguesa está a negociar em alta esta segunda-feira, numa sessão em que a Galp é destaque por eventos específicos. O principal índice bolsista nacional, PSI 20, soma 0,57%, para 5.651,31 pontos, em linha com a tendência europeia.

A Galp Energia lidera os ganhos e soma 2,31%, para 17,27 euros, após ter apresentado os dados de trading update para o segundo trimestre de 2018. A cotada informou antes do início de sessão que no  2.º trimestre do ano, a produção média (working  interest) aumentou 20%, face ao ano anterior, e 4% relativamente ao primeiro trimestre do ano. A produção média (net entitlement) aumentou 4%, face ao trimestre anterior, e 21% relativamente ao mesmo período de 2017. O preço médio do Brent 11% relativamente aos primeiros três meses do ano, mas aumentou 50% face ao mesmo trimestre de 2017. As vendas de gás natural subiram 10% face a 2017 e caíram 4% face ao trimestre anterior.

Por ora, o Brent recua 0,04%, para 75,30 dólares, e o WTI cai 0,37%, para 69,58 dólares.

A Sonae é outro destaque da sessão, após ter anunciado que reforçou a posição na Soane Sierra para 70%, depois de ter comprado à Grosvenor uma participação de 20% por 255 milhões de euros. A cotada avança 0,98%, para 1,02 euros.

Mantendo a tendência de abertura, está a Mota-Engil que valoriza 1%, para 3,02 euros.

Em contraciclo, seguem a Ibersol, Semapa e NOS.

Na Europa, os principais índices seguem em alta, depois de ter sido divulgado que a China cresceu no segundo trimestre ao ritmo mais lento desde 2016. Entre abril e junho, o produto interno bruto (PIB) da segunda maior economia do mundo subiu 6,7%, o que traduz um abrandamento face aos três meses anteriores.

Entre as princpais congéneres euroepeias, o alemão DAX soma 0,15%, o francês CAC 40 valoriza 0,06%, o holandês AEX ganha 0,15%, o italiano FTSE MIB cresce 0,79% e o espanhol IBEX 35 aprecia 0,38%. Em contracilo, o britânico FTSE 100 perde 0,10%.

No mercado cambial, o euro valoriza 0,10% face ao dólar, para 1,16 dólares.

[Dados das 9h23]

Ler mais

Relacionadas

Produção da Galp aumentou 21% no segundo trimestre

A produção de petróleo da Galp Energia aumentou no segundo trimestre do ano 21% em termos homólogos, para a qual contribuiu a entrada em operação, no ano passado, da unidade flutuante mais recente do pré-sal brasileiro.

Bolsa nacional inicia semana a negociar sem tendência definida

O principal índice português, PSI 20, negoceia flat nos 5.618,58 pontos, pressionado pelas perdas da EDP e BCP.
Recomendadas

PSI 20 acompanha Europa em alta. Títulos do Grupo EDP impulsionam praça nacional

O principal índice bolsista português soma 0,46%, para 4.855,54 pontos.

Abrandamento da economia poderá ser entrave para Moody’s igualar as pares na avaliação de Portugal

A Moody’s tem agendada uma avaliação à notação da dívida soberana portuguesa esta sexta-feira. A agência poderá querer alinhar-se com a S&P e a Fitch através de uma subida de um grau para ‘Baa2’, mas as incertezas que estão a esfriar o crescimento da economia global poderão ser motivo para manter o ‘status quo’.

Acalmia cambial trouxe bons resultados em Wall Street

O índice tecnológico S&P, .SPL.RCT, que inclui empresas que têm uma maior exposição ao mercado chinês e estiveram no centro das vendas registadas na segunda-feira, foi aquele que mais valorizou nesta sessão, com um crescimento de 1,61%.
Comentários