Autoridades brasileiras ‘fora’ do 10 de junho, avança Marcelo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa e o primeiro-ministro, António Costa, vão celebrar o 10 de junho, Dia de Portugal, no Brasil, ao lado de comunidades emigrantes.

Conforme avançou hoje Rebelo de Sousa, no decorrer de uma conferência de imprensa em S. Jorge, Açores, “não há convites a autoridades” brasileiras para se juntarem às comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, em São Paulo e no Rio de Janeiro, noticia o Diário de Notícias (DN).

O Presidente da República refere que o 10 de junho, celebrado este ano no Brasil, juntamente com António Costa, primeiro-ministro, e as comunidades portuguesas emigrantes, será “uma celebração de portugueses com portugueses”.

No entanto, o jornal refere também que Marcelo Rebelo de Sousa salientou que, uma vez que se encontram num país estrangeiro, a presença das autoridades locais nas comemorações é decisão das mesmas e que isso é algo que o próprio Presidente da República e o primeiro-ministro “terão de levar em conta”.

Relacionadas

‘Let’s make june 10th great again’: Dia de Portugal vai aos EUA para o ano

Em 2018, as comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas vão acontecer nos EUA, avançou o chefe de Estado.
Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?
Comentários