“Cabo Verde estará no ‘top five’ do continente africano”

Ana Barber, presidente da Cabo Verde Tradeinvest, explica as principais vantagens para os investidores apostarem neste país lusófono.

A Cabo Verde TradeInvest é a Agência de Promoção de Investimento e Exportação de Cabo Verde, a entidade pública que foca a sua ação na promoção, divulgação, coordenação, facilitação e acompanhamento das oportunidades de investimento no país e das exportações de bens e serviços produzidos em Cabo Verde.

“Temos uma visão, para criar um outro ambiente de negócio. A Caboverde TradeInvest permite apoiar o investidor. Isto é acompanhar, apoiar e facilitar a sentir-se realizado. Há uma ajuda na abertura de escritórios e na legalização de trabalhadores. O investidor nunca mais estará sozinho, estará sempre acompanhado”, explica Ana Barber, presidente do conselho de administração da Cabo Verde TradeInvest.

Segundo esta responsável, as razões para investir no país são muitos. Ana sublinha a atração de beneficios fiscais, a convertibilidade do euro e a repatriação livre do capital.

“Cabo Verde tem estabilidade política e social e a nossa posição geográfica é estratégica. Temos uma parceria especial com a União Europeia, acesso à Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), um mercado com mais de 300 milhões de habitantes, o African Growth and Opportunity Act (AGOA), um dos maiores mercados do mundo, que permite exportar para os EUA, a taxas alfandegárias muito baixas ou em muitos casos a 0%, a CPLP e e o CADFUND (China-Africa Development Fund)”.

Cooperação China e CPLP

A cidade da Praia acolhe, de 16 a 18 de Junho, XII edição do Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, sob o lema “Aproveitamento de Oportunidades para uma Cooperação Pragmática entre a China e os Países de Língua Portuguesa”.

Para o governo, a realização deste encontro em Cabo Verde é uma grande oportunidade para o reforço das relações entre organismos de promoção de comércio, assim como proporcionar aos participantes novas oportunidades de investimentos no país.

As parcerias entre as empresas locais e estrangeiras nos setores da indústria, pescas e energias renováveis, são áreas fundamentais para os vários países envolvidos nesta reunião. “A ideia é aumentar trocas comerciais, facilitar encontros entre empresas, de modo a identificarem novos mercados e explorar as sinergias, aproveitando a plataforma Cabo Verde, um país estável, democrático e muito bem situado. Cabo Verde vai ser um dos ‘top five” em África, disse Ana Barber.

O encontro conta com centenas de empresários da China, Angola, Cabo Verde, Moçambique, Brasil, Portugal, Guiné-Bissau e Timor-Leste.

Ler mais
Relacionadas

“Queremos ter uma atitude proativa”

Ana Barber, da Cabo Verde TradeInvest, sublinha as potencialidades de investimento em Cabo Verde. Os dados económicos mais recentes facilitam esta atração.
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários