Cabo Verde pretende uma “integração plena” no continente africano para dar conteúdo à sua pertença na sub-região

O presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos, disse que Cabo Verde pretende uma “integração plena” no continente africano, para dar um conteúdo à sua pertença no CEDEAO

Jorge Santos fez essa afirmação na inauguração da exposição fotográfica “Legado dos contratados cabo-verdianos em São Tomé”, aberta, hoje, na Assembleia Nacional, com a patrocínio da Presidência da Republica, no âmbito da comemoração do Dia da África, que se assinala hoje, 25 de Maio.

Segundo Jorge Santos, dar uma pertença à Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) é definir “claramente” o conceito de integração que Cabo Verde pretende a nível cultural, social e, acima de tudo, no âmbito económico.

A esse nível, lembrou que Cabo Verde “está sozinho do mundo” e que tem a aproximação com outros “blocos”, designadamente o continente europeu, o americano, com Brasil e a América do Sul.

Segundo Jorge Santos, neste dia 25 de Maio, os desafios simbolizam uma África mais unida, organizada, desenvolvida e humanizada, em que o desenvolvimento dos seus recursos participa na criação de melhores condições de vida das suas gentes.

Para isso, o presidente da Assembleia Nacional defendeu uma “aposta forte” num desenvolvimento económico humanizado, porque, conforme sustentou, a economia e o crescimento não valem a pena se não tiver como objectivo a satisfação e a melhoria das condições de vida das populações.

A exposição, que vai estar presente até o dia 31 de Maio na Assembleia Nacional, são 42 fotografias exibidas em 21 quadros, da autoria do português Paulo Matos e do angolano Luís Neves, sobre a quotidianos dos descendeste de cabo-verdianos em São Tomé e Príncipe.

Ler mais
Relacionadas

20 anos do Acordo Cambial. Cabo Verde pode chegar a “uma quase integração económica” com a zona euro

O Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, considerou esta quarta-feira, 23, que Cabo Verde pode chegar a “uma quase integração económica” com a zona euro.

Voos directos entre Nigéria e Cabo Verde poderão tornar-se realidade

O novo embaixador da Nigéria em Cabo Verde quer reforçar as relações bilaterais entre Praia e Abuja. E anunciou que os dois países estão já a trabalhar para abrir uma linha aérea directa a ligar os dois estados-membros da CEDEAO.

Cabo Verde atribui derrota para a presidência da CEDEAO a “arranjos políticos”

O presidente cabo-verdiano considerou que, apesar da derrota, Cabo Verde saiu com a dignidade reforçada. A Costa do Marfim foi a escolhida para a ocupar a presidência da CEDEAO.

África Ocidental: Moeda única só depois de 2020

A moeda única na África Ocidental só será uma realidade depois de 2020, contrariamente ao que estava previsto, assumiu hoje, em Niamey, o presidente da Comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

“Cabo Verde estará no ‘top five’ do continente africano”

Ana Barber, presidente da Cabo Verde Tradeinvest, explica as principais vantagens para os investidores apostarem neste país lusófono.
Recomendadas

Cabo Verde Airlines arranca com nova operação inter-ilhas com as portuguesas Lease-Fly e Newtour

A companhia aérea cabo-verdiana, anunciou hoje uma “parceria estratégica” com as portuguesas Lease-Fly e Newtour para os voos domésticos entre ilhas naquele arquipélago e garantindo assim a conectividade ao ‘hub’ internacional na ilha do Sal.

Grupo militar na Renamo recusa entregar armas sem eleger novo presidente do partido

O líder do braço armado da Renamo que contesta a liderança do partido recusou hoje entregar as armas no quadro do acordo de paz assinado com o Governo sem que seja eleito um novo presidente da formação política.

Governo cabo-verdiano disponibiliza 15 mil contos para reabilitar escolas na ilha de Santiago

O governo de Cabo Verde vai, através do Ministério da Educação, conceder este montante para estabelecimentos de ensino nos concelhos do Tarrafal e Santa Catarina.
Comentários