Cafôfo é o candidato socialista na Madeira e promete “coligação com sociedade civil” se ganhar

O agora autarca no Funchal estabeleceu como prioridades a aposta na economia tornar a Madeira mais competitiva, investir na edução e na saúde.

Paulo Cafôfo, o independente que é presidente da câmara do Funchal e que será candidato do PS às regionais da Madeira em 2019, prometeu este sábado que, se vencer, fará “uma coligação com a sociedade civil”.

“Vamos ganhar 2019. Ao ganharmos, ganhamos todos”, afirmou Paulo Cafôfo ao 22º Congresso do Partido Socialista, onde falou como convidado do PS/Madeira, apesar de não ser militante do partido.

Sublinhando que luta por uma região diferente, Paulo Cafôfo disse que o desafio não é apenas seu, nem do PS, “é de todos os madeirenses”.
O agora autarca no Funchal estabeleceu como prioridades a aposta na economia tornar a Madeira mais competitiva, investir na edução e na saúde.

Dirigindo-se ao líder socialista, António Costa, que cumprimentou, Cafôfo afirmou: “Quero que fiques na História como o secretário-geral que levou o PS, pela primeira vez, a vencer as eleições regionais da Madeira.”

Relacionadas

Francisco Assis quer PS a governar sozinho, sem entendimentos preferenciais

“A solução [de Governo] é má, mas o primeiro-ministro é bom. Imagino o grande primeiro-ministro que poderás ser sem esta limitação da geringonça”, disse Francisco Assis, dirigindo-se a António Costa.

Daniel Adrião apresenta lista à Comissão Nacional

Será o próprio Daniel Adrião, que obteve 4% nas diretas frente ao secretário-geral socialista, António Costa, a encabeçar a lista.

PS: Alegre adverte que viragem à direita representaria risco de morte do partido

“O PS não pode inverter o caminho atual. Uma viragem à direita representaria um risco de morte para o PS, porque o Bloco Central empobrece a democracia e o ‘centrão’, hoje, ou em qualquer lado do mundo, significa empobrecimento do sistema e a ascensão do populismo”, advertiu o ex-candidato presidencial.

“Isto não é radicalismo, é ser socialista”, diz Pedro Nuno Santos

O dirigente socialista Pedro Nuno Santos fez hoje a defesa da solução governativa do PS e considerou que defender o serviço público “não é radicalismo, é ser socialista”.
Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.
Comentários