Autarquia de Lisboa quer instalar câmaras de videovigilância em toda a capital

As zonas do Cais do Sodré e do Miradouro de Santa Catarina são as principais candidatas à próxima fase do projeto municipal.

A Câmara Municipal de Lisboa pretende que se instalem câmaras de videovigilância, controladas pela Polícia de Segurança Pública (PSP) por toda a capital, escreve esta quinta-feira o Diário de Notícias. A autarquia já se reuniu com o Ministério da Administração Interna e as autoridades policiais para discutir esta intenção.

“Vamos avançar para outras zonas pois queremos ter toda a cidade coberta, sempre de acordo com as indicações da PSP. As câmaras são vistas como um meio de dar melhores condições à polícia”, explicou ao DN vereador da Câmara Municipal de Lisboa com o pelouro da Segurança, Carlos Castro. O autarca lisboeta acrescentou ao matutino que as câmaras utilizam a fibra ótica, no entanto também está em cima da mesa a possibilidade de as câmaras funcionarem através de wi-fi. “Isso obriga a ter segurança reforçada no sistema. Há muitas variantes com que temos de jogar”, sublinha na mesma entrevista.

Ao que o diário apurou, a PSP vê com bons olhos o avanço desta medida e considera até que as pessoas se sentem mais seguras e que a polícia pode agir de forma mais eficaz perante qualquer incidente. As zonas do Cais do Sodré e do Miradouro de Santa Catarina são as principais candidatas à próxima fase do projeto municipal.

No mês passado, o município da Amadora confirmou que as 103 câmaras de videovigilância já estão todas instaladas em várias zonas do concelho, mas que se encontram a ser testadas, ainda sem a gravação de imagens. As câmaras de vídeo vão captar exclusivamente imagem, sem som, em áreas urbanas e comerciais consideradas mais críticas, nomeadamente na zona central da cidade da Amadora e na Reboleira, Venteira, Venda Nova, Damaia, Brandoa e Alfornelos.

Relacionadas

Líder mundial em videovigilância prepara-se para abrir escritório em Portugal

Até ao momento, os clientes portugueses da firma chinesa Dahua Technology são servidos pela equipa da Península Ibérica, cuja sede se localiza em Madrid.

Mais de 400 escolas com falhas no sistema de videovigilância

Instalado no início do ano, o novo sistema de videovigilância escolar já registou defeitos em cerca de 40% dos estabelecimentos de ensino aderentes.

Siemens fornece sistemas de videovigilância inteligente à EDP

A videovigilância inteligente inclui benefícios como a prevenção de atos de sabotagem ou de outras ameaças em infraestruturas críticas ou clientes empresariais.
Recomendadas

Vistos gold: Investimento captado mais do que triplicou em julho para 98,2 milhões de euros

O investimento captado através dos vistos ‘gold’ mais do que triplicou (aumentou 276%) em julho, face ao período homólogo de 2018, para 98,2 milhões de euros, segundo contas feitas pela Lusa com base nos dados estatísticos do SEF.

Número de viciados em jogo online aumentou mais de 8% em Portugal

No espaço de seis meses, 38.600 pessoas pediram para ser impedidas de jogar online, mais 3.200 pessoas face a 2018, uma subida de 8,3%.

Avião de carga aterrou de emergência no aeroporto do Porto  

Um avião de carga com dois tripulantes fez hoje uma “aterragem de emergência” em segurança no aeroporto do Porto devido a um “problema no motor”, disse à Lusa fonte da Proteção Civil.
Comentários