Carlos Tavares, presidente do Grupo PSA, recebe bónus de um milhão

O CEO do grupo francês recebeu o bónus por causa do sucesso da incorporação da Opel Vauxhall. Em 2017, a remuneração toral de Tavares ascendeu aos 6.7 milhões.

O português Carlos Tavares, presidente da comissão executiva do Grupo PSA, receberá uma remuneração excecional de um milhão de euros pelo “desenvolvimento e implementação do plano de recuperação da Opel Vauxhall”, de acordo com um documento do grupo automóvel dado a conhecer pela agência AFP.

Esse bónus permite que Carlos Tavares aumente a sua remuneração total para 6,7 ​​milhões de euros no que se refere a 2017, contra os 4,7 milhões em 2016 e os 5,2 milhões em 2015. Estas informações remuneratórias estão disponíveis no site do grupo e foram publicadas quando a subsidiária Opel-Vauxhall, adquirida no verão de 2017, acaba de anunciar um plano de saída voluntária para os seus funcionários alemães, como salienta o jornal “Le Monde”.

A marca vem perdendo dinheiro de forma sustentada há cerca de vinte anos. No ano passado, sofreu prejuízos operacional de 179 milhões de euros.

O bónus “está ligado aos desafios da aquisição da Opel-Vauxhall, em termos de alteração da dimensão do grupo, e a necessidade de corrigir a situação da Opel o mais rapidamente possível”, afirmou um porta-voz da empresa, citado pelo jornal francês.

A remuneração anual de Carlos Tavares, os tais 6,7 milhões de euros em 2017, divide-se numa parcela fixa de 1,3 milhões, uma parcela variável de 2,4 milhões milhões, a alocação de ações (130 mil ações avaliadas em cerca de dois milhões de euros) e a bonificação por via da Opel de um milhão de euros.

Na PSA, “o Conselho de Supervisão recentemente celebrou o desempenho excecional e sustentável do grupo sob a liderança de Carlos Tavares, que coloca hoje a empresa entre as cinco maiores da indústria automóvel global em termos de lucros”, disse ainda o mesmo porta-voz.

O grupo francês, que também controla as marcas Peugeot, Citroën e DS, e é o segundo maior fabricante europeu de automóveis, atrás da Volkswagen. A companhia registou um lucro líquido histórico de 1,9 mil milhões de euros em 2017, um aumento de 11,5% em relação ao ano anterior, apesar da incorporação da Opel, que pesou negativamente no balanço.

Ler mais
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários