Centeno: Corte de 35% na saúde “é mentira, uma invenção”

Ministro das Finanças esteve a responder em direto a questões colocadas nas redes sociais.

Cristina Bernardo

“Não existe nenhum corte de 35% na saúde”, disse hoje o ministro das Finanças, Mário Centeno, quando questionado em direto nas redes sociais, numa iniciativa que teve lugar hoje entre as 12h e as 13 horas no Facebook e no Twitter.

“Isso é uma mentira, uma invenção, não existe”, insistiu o ministro.

Segundo Mário Centeno, o que existe é “um conjunto de medidas na saúde de enorme responsabilidade orçamental, mas também da prestação do serviço público”.

O ministro referiu que em 2016 o número de médicos e de enfermeiros aumentou para “mais de três mil profissionais” e foram abertas Unidades de Saúde Familiar, entre outras medidas.

Segundo explicou Mário Centeno, a medida que consta no Decreto de Lei de Execução Orçamental que entrou em vigor terça-feira impõe restrições à contratação de serviços externos “identificados muitas vezes como gorduras do Estado”.

Trata-se muitas vezes de contratação prestação de serviços de médicos que estão no Serviço Nacional de Saúde, uma situação “caríssima, que custa muitos euros” ao Estado, adiantou o governante.

O ministro respondia assim também às críticas do PSD que acusou o Governo de “austeridade encapotada” com cortes “impositivos” de 35% nas contratações na saúde.

Ler mais
Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?
Comentários