China Three Gorges contrata Citigroup para assessorar grupo na OPA à EDP

Apenas o Bank of America Merril Lynch prestava assessoria à CTG, até agora, numa operação que inclui também uma oferta à EDP Renováveis e que pode ascender aos 9,1 mil milhões de euros.

Cristina Bernardo

A equipa que presta assessoria financeira aos chineses da China Three Gorges (CTG) na oferta pública de aquisição (OPA) à EDP foi reforçada com o Citigroup, noticia o “Eco” esta segunda-feira.

Até agora, apenas o Bank of America Merril Lynch prestava assessoria à CTG, numa operação que inclui também uma oferta à EDP Renováveis e que pode ascender aos 9,1 mil milhões de euros.

De acordo com o site económico, a equipa do Citigroup já terá participado em reuniões com os chineses da CTG para estudar o processo de OPA à EDP e EDP Renováveis.

Para concretizar a OPA à energética, a CTG terá de obter uma posição maioritária na empresa, o que significa que os chineses terão de conseguir uma série de autorizações regulatórias em vários países. Uma dessas autorizações terá de vir do Comité para o Investimento Externo dos EUA, que tem apertado as regras às companhias chinesas sobretudo quando se tratam de investimentos em sectores estratégicos como a energia, de acordo com o “Eco”.

A CTG não estaria a contar com uma operação tão difícil, uma vez que o principal obstáculo ao sucesso da OPA deverá estar relacionado com os ativos norte-americanos concentrados na EDP Renováveis.

O grupo asiático já controla cerca de 29% da EDP, mas para garantir o sucesso da OPA pretende adquiri, pelo menos, 50% e mais uma acção da empresa portuguesa. A CTG oferece 3,26 euros por acção da energética.

A EDP Renováveis é detida (83%), por sua vez, pela EDP, o que significa que controlando a EDP, os chineses também passariam a ter um controlo maioritário na subsidiária. Sobre a EDP Renováveis a CTG avançou com uma outra OPA, que tem a contrapartida de 7,33 euros por ação.

Ler mais
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários