Cimeira Trump-Putin: um encontro com consequências imprevisíveis

A Europa saiu maltratada do encontro entre as duas potência nucleares e volta a estar emparedada entre dois gigantes. Internamente, Trump acabou por desperdiçar qualquer vantagem do encontro com Putin.

A poucos meses da comemoração dos 30 anos da queda do Muro de Berlim, a Europa volta a estar numa situação geoestratégica de grande delicadeza, desta vez acossada a Leste pelas tentações expansionistas do império russo, e a oeste pelo enfraquecimento do compromisso Atlântico (que se consubstancia de modo mais evidente na NATO, formada em 1949 – e de que Portugal é um dos membros fundadores).

Do ponto de vista internacional, esta é a grande consequência da cimeira de Helsínquia entre os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da Rússia, Vladimir Putin, principalmente quando combinada com o significado da prestação do líder norte-americano na cimeira da NATO, dois dias antes.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui aqui ao JE Leitor

Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários