Cláudia Azevedo é a próxima CEO do Grupo Sonae

Paulo Azevedo e Ângelo Paupério mantêm-se como administradores não-executivos da Sonae SGPS. Cláudia Azevedo sai entretanto da liderança da Sonae Capital e entra Miguel Gil Mata.

A filha de Belmiro de Azevedo vai ser a Presidente Executiva (CEO) de todo o grupo Sonae.

Em comunicado ao mercado a Sonae anuncia que o Conselho de Administração da Sonae SGPS, “de acordo com as suas obrigações institucionais e a pedido do acionista maioritário Efanor Investimentos SGPS, com 52,69%, liderou um processo de sucessão para o cargo de Presidente da Comissão Executiva, uma vez que os atuais Co-Presidentes da Comissão Executiva expressaram, no início deste mandato, o seu entendimento de que os melhores interesses da empresa aconselhavam a uma nova liderança executiva para o próximo mandato”.

Na sequência desse processo, “o Conselho de Administração escolheu a Cláudia Azevedo para o exercício dessa função”, refere a empresa.

“Cláudia Azevedo tem um percurso profissional notável no Grupo Sonae que se tem caracterizado pela gestão de portfolios diversificados e pela internacionalização dos negócios de várias participadas, tornando a sua experiência e aptidões particularmente adequados para esta função”, lê-se na nota.

“Este Conselho congratula-se por último pela disponibilidade manifestada pelos atuais Co-Presidentes da Comissão Executiva para se manterem enquanto administradores não-executivos no Conselho de Administração a ser eleito no próximo mandato, assegurando o seu empenho num processo de transição eficiente e contribuindo com o vasto conhecimento e experiência que adquiriram em mais de 30 anos ao serviço da Sonae, 20 dos quais como membros da Comissão Executiva”, adianta o comunicado.

O Conselho de Administração da Efanor informou também o mercado sobre algumas alterações que pretende propor quanto à sua própria composição, bem como sobre as alterações que, em virtude de decisões dos respetivos Conselhos de Administração, foram comunicadas pelas suas participadas Sonae e Sonae Capital.

O Conselho de Administração da Efanor deliberou assim “propor aos seus acionistas, após cumprimento das formalidades legais, o aumento do número dos seus membros, e recomendar a eleição de Carlos Moreira da Silva e de Ângelo Paupério para os novos lugares assim abertos”.

Na Sonae SGPS, “na sequência da vontade manifestada por Paulo Azevedo e Ângelo Paupério de, após o termo do corrente mandato, passarem o testemunho das funções executivas até agora exercidas no Conselho de Administração da Sonae, este último, no âmbito da sua responsabilidade pela identificação de potenciais candidatos com perfil para o desempenho de funções de administrador, comunicou à Efanor a sua intenção de fazer eleger para o cargo de Presidente da sua Comissão Executiva, com efeitos a partir do termo do corrente mandato, Cláudia Azevedo”, diz a empresa em comunicado.

A Sonae adianta que “esta escolha recebeu da Efanor total concordância, uma vez que se adequa de modo particular ao perfil mais recentemente assumido pelo Grupo, culminando uma carreira que, nos últimos anos, se especializou na gestão de portefólios diversificados e na internacionalização dos negócios de participadas”.

Paulo Azevedo e Ângelo Paupério vão manter-se no Conselho de Administração da Sonae, em cargos não executivos no novo mandato.

A maior acionista da Sonae assume o objetivo de completar o Conselho de Administração de  modo a “conciliar uma equipa executiva composta por profissionais de elevado nível, uma representação conhecedora e empenhada do acionista de controlo e um conjunto de administradores não-executivos independentes de reconhecida competência e experiência em matéria de governo corporativo”.

Na perspetiva da Efanor, “este equilíbrio é imprescindível para assegurar a continuação de um trabalho conjunto entre a Família e uma equipa de profissionais de topo, baseada no mérito e na capacidade de promover a excelência e enquadrada pelas melhores práticas de corporate governance”.

“A Efanor manifesta ainda a sua total concordância com a deliberação do Conselho de Administração da Sonae Capital, tomada na sequência da intenção de renúncia ao cargo de Presidente da respetiva Comissão Executiva apresentada por Cláudia Azevedo, de eleger em sua substituição o Miguel Gil Mata”.

(atualizada)

Ler mais
Relacionadas

Cláudia Azevedo com “otimismo” para assumir liderança da Sonae

Cláudia Azevedo (filha de Belmiro de Azevedo, que morreu em novembro de 2017) era até agora presidente executiva da Sonae Capital (empresa com negócios em hotelaria, fitness e energia), funções a que já renunciou para preparar o assumir da nova pasta.
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários