Comentário de Salvador Sobral no concerto Juntos Por Todos gera controvérsia

O público tem-se manifestado de diferentes formas, uns mostrando apoio e frisando a sua humildade, outros criticando o contexto em que proferiu as afirmações. “Palhaço” ou “desrespeito” foram algumas das palavras utilizadas.

REUTERS/Gleb Garanich

O concerto de solidariedade para com as vítimas dos incêndios de Pedrógão Grande reuniu 25 artistas portugueses, 14 mil fãs e 1.153 mil euros. “Juntos por Todos” encheu o Meo Arena e provou a boa vontade dos portugueses, mas ficou ainda marcado por um comentário peculiar que está a animar as redes sociais esta quarta-feira.

No espectáculo, transmitido em direto e simultâneo pelos canais RTP, SIC e TVI, Salvador Vilar Braamcamp Sobral cantou, encantou e intrigou a assistência. De microfone na mão, o cantor foi o autor da frase da noite: “Tenho a sensação de que qualquer coisa que eu faça vocês vão aplaudir. Se eu der um peido, quero ver o que vocês fazem”.

O público tem-se manifestado de diferentes formas, uns mostrando apoio e frisando a sua humildade, outros criticando o contexto em que proferiu as afirmações. “Palhaço” ou “desrespeito” foram algumas das palavras utilizadas. Os defensores dizem que as acusações ainda criam uma maior onda de apoio.

https://twitter.com/ritasvieira14/status/880029511492005891

https://twitter.com/dianagomes027/status/880004906031173632

https://twitter.com/lauroreis13/status/880030765525995521

Já no final do mês passado, o jovem de 27 anos afirmou que “gostava de experimentar um ataque que não fosse noticiado”, acrescentando que se está a dar “muita importância a eles”. As declarações, proferidas em entrevista à RTP1, não foram bem recebidas pela atriz Maria Vieira que atacou o cantor e o caracterizou de “fulano” e “idiota”, críticas que levaram várias figuras públicas a sair em defesa do artista.

“Amar pelos Dois”, a canção interpretada por Salvador Sobral com letra e música de Luísa Sobral que deu a vitória a Portugal no Festival Eurovisão da Canção 2017, obteve 758 pontos na votação combinada dos júris nacionais e do público, na final do concurso disputada em Kiev.

Recorde-se que Salvador Sobral, que representou o nosso país na Ucrânia, esteve em destaque na imprensa internacional. Por exemplo, o tablóide britânico britânico o Metro escreveu que “o mundo está a apaixonar-se pelo melhor candidato português de sempre”. Além de fotografias e vídeos do irmão da fadista Luísa Sobral, o Metro conta a história do cantor com alusões à sua qualidade artística e referências ao problema cardíaco que o impede de estar presente nos ensaios para a Eurovisão.

Ler mais
Relacionadas

“Não posso sair daqui”. Salvador Sobral diz ‘não’ a Jimmy Fallon

Salvador Sobral, o primeiro vencedor português do Festival Eurovisão, teve de recusar o convite para participar no programa norte-americano “The Tonight Show”. Na origem da recusa está a agenda preenchida do artista.

Artistas portugueses sobem ao palco do Meo Arena para apoiar Pedrógão Grande

Entre os 20 confirmados estão Salvador Sobral, Carminho, Ana Moura e Rui Veloso.
Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?
Comentários