Construtora brasileira Odebrecht vai devolver 600 milhões de euros em acordo com Governo

O Governo brasileiro anunciou, na segunda-feira, um novo acordo com a construtora Odebrecht, que prevê o pagamento de cerca de 600 milhões de euros pelos prejuízos causados nos esquemas de corrupção expostos na operação Lava Jato.

“O acordo atende o interesse público ao permitir a preservação da empresa e a continuidade das atividades, dos empregos e do pagamento de impostos”, indicou em comunicado a construtora.

Do valor total que a empresa terá de devolver aos cofres públicos, 900 milhões de reais [cerca de 200 milhões de euros] correspondem aos subornos pagos pelo grupo aos funcionários públicos.

Em dezembro de 2016, o Ministério Público já havia assinado um acordo mais amplo com a Odebrecht, no valor de 835 milhões de euros, que previa a restituição de recursos não só ao Governo federal, mas a estados e municípios brasileiros, além de autoridades suíças e norte-americanas.

A empresa adiantou que o valor anunciado na segunda-feira será deduzido do último acordado em dezembro de 2016.

Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários