Contadores inteligentes Siemens e Landis+Gyr prometem revolucionar faturação

A Siemens Portugal e a Landis+Gyr juntaram-se para fornecer à EDP Distribuição Energy Boxes, que serão instalados, em 2017 e 2018, nas residências dos consumidores finais portugueses.

Esta solução integra o universo InovGrid, iniciativa da EDP Distribuição, que visa dotar a rede elétrica de equipamentos inteligentes capazes de automatizar a gestão da energia, melhorando a qualidade do serviço e a informação disponibilizada aos consumidores, diminuindo os custos, e aumentando a eficiência energética e a sustentabilidade ambiental.

Para este projeto, a EDP Distribuição optou pelos contadores inteligentes PRIME da Landis+Gyr, que irão interagir com o sistema Energy IP da Siemens. Este software recolhe, processa e analisa os dados fornecidos pelos contadores, transformando-os em informação relevante que a EDP poderá utilizar para prever consumos, definir novas estratégias de negócio e modelos de faturação ou disponibilizar novos serviços aos seus clientes, entre outros.

Segundo elucida Fernando Silva, diretor da divisão Energy Management da Siemens em Portugal, em comunicado, para o sucesso deste projeto “foi fundamental a parceria de longa data que a Siemens tem com a EDP, no âmbito da qual já foram desenvolvidos vários projetos”. Sobre a outra parceria envolvida, a que estabeleceram com a Landis+Gyr, o responsável acrescenta que representa “mais um passo no caminho da digitalização da rede, assegurando a alimentação do sistema Energy IP com dados de consumo fiáveis e quase em tempo real, o que permite estabelecer mecânismos de otimização da gestão da rede, bem como garantir um maior valor no serviço prestado aos consumidores finais”.

A nível mundial, a Siemens já interligou mais de 70 milhões de contadores, de diferentes marcas. A informação gerada por estes equipamentos, depois de analisada, tem permitido otimizar e melhorar as redes de energia, enquanto ajuda os clientes da empresa a dar resposta aos desafios que o setor enfrenta atualmente, muitos deles provenientes da integração de renováveis.

Impprta ainda reter que este projeto está em linha com a iniciativa da União Europeia, que prevê que, até 2020, 80% dos contadores tradicionais sejam substituídos por equipamentos inteligentes. A aposta nestes aparelhos, bem como nas redes elétricas inteligentes, pode reduzir as emissões de CO2 na UE em até 9%, bem como os consumos domésticos anuais de energia.

 

Ler mais
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários