Cuatrecasas procura startups inovadoras em blockchain e ‘smart contracts’

As candidaturas decorrem até ao próximo dia 16 de julho. A terceira edição do Acelera contará com um ‘Fast Track’, que permitirá às startups de LegalTech testar as suas soluções dentro do escritório ibérico.

O mais recente programa de aceleração de startups da Cuatrecasas já arrancou e as candidaturas decorrem até ao próximo dia 16 de julho. O terceiro ‘Acelera’ da sociedade de advogados procura empreendedores que possam inovar através da tecnologia blockchain e dos smart contracts.

Para auxiliar neste objetivo, a firma chegou a um acordo com o Alastria National Blockchain Ecosystem, um consórcio sem fins lucrativos do qual fazem parte mais de 255 instituições e empresas. As microempresas contarão com mentoria destes especialistas.

Além disso, o programa disponibiliza nesta sua terceira edição um ‘Fast Track’ que permitirá às startups de LegalTech testar as suas soluções dentro do escritório ibérico. Trata-se de uma experiência piloto que lhes permitirá conhecer a viabilidade das suas iniciativas numa atmosfera profissional real.

No próximo mês de setembro serão pré-selecionadas entre 15 e 20 iniciativas [da área jurídica (LegalTech), da financeira (FinTech), da seguradora (InsurTech) e da saúde (MedTech)] e também, mais tarde, anunciadas as seis startups eleitas para aceleração.

Recomendadas

TheFork. “No mundo não somos pioneiros, mas em Portugal sim”

Desde 2015, a plataforma online de reservas e descontos em restaurantes angariou mais de 2.500 estabelecimentos de norte a sul do país. Agora, a app prepara-se para arrancar com a quarta edição do TheFork Fest.

Candidatos nacionais ao World Summit Awards já foram selecionados

Oito apps portuguesas que acabam de ser selecionadas por um júri liderado pela APDC – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações.

EY abre candidaturas para programa de líderes empreendedoras portuguesas

A quarta edição do “Entrepreneurial Winning Women” está a receber inscrições até 15 de agosto. As portuguesas selecionadas irão integrar a Europe Class of 2019, onde têm a oportunidade de expandir os seus conhecimento, traçar estratégias de negócio e contactar potenciais parceiros, investidores, clientes e fornecedores.
Comentários