Delegação da Madeira repudia lei que prevê elaboração de projetos de arquitetura por engenheiros civis

A secção regional recolheu 50 assinaturas para uma moção de repúdio que vai ser entregue ao presidente da Assembleia da República.

A delegação da Madeira da Ordem dos Arquitetos promoveu uma sessão de repúdio contra o projeto de lei nº 495/XIII que prevê a permissão da elaboração de projetos de arquitectura por engenheiros civis.

“Esgotado o período transitório previsto na Lei n.º 31/2009 de 3 de Julho, que consagra que os projectos de Arquitectura são elaborados por arquitectos com inscrição na Ordem dos Arquitectos, é ilegal, desde o dia 1 de Novembro de 2017, que outro profissional seja responsável pela elaboração do projecto de arquitectura”, diz a delegação da Madeira.

Na sede da delegação da Madeira da Ordem dos Arquitetos foram recolhidas mais de 50 assinaturas para uma moção de repúdio que vai ser entregue ao presidente da Assembleia da República.

A delegação regional diz que rejeita o projeto de lei nº 495/XIII que refere ser desastrosa para o futuro das cidades.

Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.
Comentários