Dias difíceis para Zuckerberg: como perder 7,7 mil milhões em 48 horas

O fundador da Oracle pedeu ontem cinco mil milhões, enquanto o do Facebook perdeu 7,7 mil milhões nos primeiros dois dias da semana.

Dois dos grandes milionários do setor tecnológico, Larry Ellison e Mark Zuckerberg, tiveram um péssimo dia. Ontem, dia 20 março, o fundador da Oracle perdeu cinco mil milhões de dólares, enquanto o criador do Facebook viu a sua fortuna emagrecer 2,7 mil milhões. A empresa de Ellison foi penalizada pela previsão de uma redução nas vendas.

Zuckerberg tem mais razões para se queixar. Na segunda-feira, dia 19 de março, já tinha levado um tombo de cinco mil milhões de dólares, quando os investidores reagiram da pior maneira ao escândalo da Cambridge Analytica, a empresa que usou indevidamente informação do Facebook para ajudar o candidato republicano Donald Trump a ganhar as presidenciais norte-americanas em 2016.

O caso já teve consequências, com a rede social mais famosa do mundo a perder mais de 64 mil milhões de dólares em bolsa em dois dias. De acordo com a revista Forbes, Zuckerberg é o 7º mais rico do mundo, com uma fortuna estimada em 66,8 mil milhões de dólares, enquanto Ellison é o décimo, com 58 mil milhões de dólares.

Recomendadas

PSI 20 acompanha Europa em alta. Títulos do Grupo EDP impulsionam praça nacional

O principal índice bolsista português soma 0,46%, para 4.855,54 pontos.

Abrandamento da economia poderá ser entrave para Moody’s igualar as pares na avaliação de Portugal

A Moody’s tem agendada uma avaliação à notação da dívida soberana portuguesa esta sexta-feira. A agência poderá querer alinhar-se com a S&P e a Fitch através de uma subida de um grau para ‘Baa2’, mas as incertezas que estão a esfriar o crescimento da economia global poderão ser motivo para manter o ‘status quo’.

Acalmia cambial trouxe bons resultados em Wall Street

O índice tecnológico S&P, .SPL.RCT, que inclui empresas que têm uma maior exposição ao mercado chinês e estiveram no centro das vendas registadas na segunda-feira, foi aquele que mais valorizou nesta sessão, com um crescimento de 1,61%.
Comentários