PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

O reitor da Universidade da Madeira (UMa), José Carmo, afirma que nesta altura está fora de hipótese para a UMa passar a ter a licenciatura do curso de Direito. No entanto, o reitor admite que esta área tem capacidade de atracção e poderia reter alguns estudantes madeirenses na região. “Neste momento não está em cima da mesa, mas é uma área que atrai claramente. Há cerca de cinco anos que há muitos estudantes da Madeira que vão para cursos de Direito no continente.

Julgo que alguns deles certamente preferiam ter cá o curso. Para isso teríamos de contratar doutores para lecionarem Direito. Mas essa não é a perspetiva neste momento”, explica José Carmo. O reitor diz ainda que nesta altura “está fora de questão” abrir mais áreas com licenciatura. “Isso exigiria contratar um novo corpo docente de doutores. Estamos a falar de verbas para as quais não temos capacidade. Se tivéssemos um reforço financeiro poderíamos estudar essa hipótese – essa como outras –, mas neste momento está fora de questão abrir novas áreas”, reforça o reitor.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor. Edição do Económico Madeira de 2 de agosto.

Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.

PremiumPSD vence, mas governação está à esquerda

Sociais-democratas defendem que não havendo uma maioria absoluta a região fica desgovernada, enquanto os socialistas rejeitam acordos com aqueles que querem deixar tudo igual.
Comentários