Dois bancos em Cabo Verde multados por falha na proteção de dados

Comissão Nacional de Proteção de Dados decretou a aplicação de coimas no valor de cerca de 30 mil euros ao BCV e de cerca de nove mil euros ao Novo Banco.

A Comissão Nacional de Proteção de Dados de Cabo Verde multou o banco central (BCV) e o Novo Banco de Cabo Verde por estes violarem as leis de proteção de dados dos clientes, anunciou hoje o presidente daquela instituição, citado pela Lusa.

Em março foi divulgada nos media uma lista de 50 clientes do Novo Banco de Cabo Verde. Os dois bancos já contestaram a decisão da Comissão Nacional de Proteção de Dados e recorreram para o Tribunal da Praia.

“A CNPD apenas investiga se os dados das entidades e de pessoas singulares que apareceram [na comunicação social] e que se encontravam na posse das duas instituições foram tratados de acordo com a lei”, explicou Faustino Varela, tendo-se concluindo que existiram violações das relativas à proteção de dados.

Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?
Comentários