Donald Trump prepara-se para dizer adeus ao Acordo de Paris sobre as alterações climáticas

Caso a saída se venha a concretizar, os Estados Unidos juntam-se à Síria e à Nicarágua como únicas nações não participantes no histórico Acordo de Paris. Os Estados Unidos são o segundo maior emissor de dióxido de carbono do mundo, apenas ultrapassado pela China.

Jonathan Ernst/REUTERS

O presidente norte-americano, Donald Trump, vai anunciar esta quinta-feira a retirada dos Estados Unidos do Acordo de Paris sobre as alterações climáticas. A decisão deve ser formalizada esta tarde, de acordo com um anúncio feito pela Casa Branca, que estará ainda a estudar a forma como será concretizado o processo de saída do pacto.

Donald Trump já tinha anunciado na rede social Twitter que em breve anunciaria o parecer final sobre o acordo que havia considerado, durante a campanha às presidenciais, como desnecessário, tendo em conta que, na sua visão, o aquecimento global é uma “mentira dos chineses” destinada a enfraqucer a indústria dos Estados Unidos.

O acordo foi subscrito pelos Estados Unidos em 2015 durante o mandato do seu antecessor, Barack Obama, com o objetivo de reduzir drasticamente a poluição ambiental, entre 26 a 28% até 2025, nomeadamente no que toca à emissões de gases com efeito de estufa que têm causado as alterações climáticas sentidas em todo o mundo.

Caso a saída se venha a concretizar, os Estados Unidos juntam-se à Síria e à Nicarágua como únicas nações não participantes no histórico Acordo de Paris. Os Estados Unidos são o segundo maior emissor de dióxido de carbono do mundo, apenas ultrapassado pela China.

Relacionadas

Trump arranja novo diferendo, desta vez com António Guterres

A recusa iminente em manter os Estados Unidos dentro do perímetro do Acordo de Paris sobre alterações climatéricas e o orçamento da ONU estão no centro da polémica.

Guterres envia recado a Trump: “Se alguém abandonar o Acordo de Paris, garanto que alguém o vai preencher”

O secretário-geral da ONU considerou “absolutamente essencial” que o acordo de Paris contra as alterações climáticas seja concretizado.

Líderes do G7 encerram cimeira sobre as mudanças climáticas

O líder norte-americano, Trump, concordou em assinar um texto final da cimeira que promete a luta contra o protecionismo e um sistema de comércio internacional baseado em regras.
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários