Duas crianças portuguesas internadas após incêndio em Londres

Família de quatro pessoas que estava por localizar já foi contactada. Casal foi assistido mas está bem, filhas estão internadas.

Duas crianças portuguesas estão internadas com prognóstico reservado na sequência do incêndio que hoje de madrugada consumiu um prédio em Londres, enquanto os pais foram assistidos, mas estão bem, disse fonte da Secretaria de Estado das Comunidades.

Esta era a terceira família portuguesa residente no prédio e que faltava ainda localizar, esclareceu a mesma fonte.

Segundo o porta-voz da Secretaria de Estado das Comunidades, as duas meninas estão em avaliação clínica.

Três famílias de portugueses e mais dois portugueses residiam no prédio em Londres que hoje ficou destruído por um incêndio, informou a cônsul-geral de Portugal na capital britânica.

Joana Gaspar adiantou à agência Lusa que os restantes portugueses já foram contactados pelo consulado e estão bem, embora tenham perdido as suas casas.

O incêndio num prédio residencial em Londres causou “vários mortos” e pelo menos 30 feridos, disseram fontes das autoridades.

“Há vários mortos. Não posso confirmar um número neste momento, devido ao tamanho e complexidade do prédio”, afirmou Dany Cotton, responsável pela Brigada de Incêndios de Londres, em declarações à imprensa.

O incêndio de grandes dimensões deflagrou hoje à 01h15 (mesma hora em Lisboa) na torre Grenfell, numa zona próxima de Notting Hill.

Ler mais
Relacionadas

Incêndio em prédio de Londres faz “vários mortos”

As causas do incidente são ainda desconhecidas, mas ao que tudo indica o incêndio terá começado nos andares inferiores, tendo atingido rapidamente o topo do prédio. Há o receio de que a estrutura possa colapsar.
Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?
Comentários