EDIA aumenta capital em 5,3 milhões de euros

Este aumento de capital serviu para suprir necessidades de pagamento do serviço da dívida da empresa.

A EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva procedeu, no passado dia 22 de dezembro, a um aumento de capital  5,292 milhões de euros.

Este aumento de capital de 2016 foi aprovado por deliberação social unânime e realizou-se através da emissão de 1.058.514 de ações nominativas, no valor de cinco euros cada, a subscrever e realizar pelo acionista Estado Português, em numerário.

A razão de ser deste aumento de capital da empresa responsável pela gestão da barragem do Alqueva e respetivo plano de regadio foi a exigência de “suportar necessidades relativas ao serviço da dívida”, de acordo com um comunicado hoje enviado pela EDIA à CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

Recomendadas

Makro reforça ligação a empresários de hotelaria e restauração

O objetivo da cadeia grossista é reforçar a relação com os seus clientes, donos de negócios próprios, dando visibilidade a empresários do setor hoteleiro e da restauração a nível nacional, de forma a promover a gastronomia em Portugal.

Produtores nacionais de carne fresca de aves já podem exportar para o Chile

O Ministério da Agricultura considera que este país sul-americano é um importante mercado, com um potencial de 17 milhões de consumidores, que recebe, pela primeira vez, exportações de carne fresca de aves nacionais.

Greve de motoristas: CAP defende “tratamento separado”

“Era preferível que não houvesse greve. Mas se houver greve, queremos que o setor da agricultura tem de ter um tratamento completamente separado”, defendeu há minutos, Eduardo Oliveira e Sousa, presidente da CAP – Confederação dos Agricultores de Portugal, em entrevista à SIC Notícias, sobre a greve dos camionistas de matérias perigosas agendada a partir […]
Comentários