EDP esclarece que pagou 481 milhões de euros em IRC em Portugal

A EDP reage a uma notícia do ‘Expresso’ em que se referia que a empresa tinha conseguido uma taxa efetiva de imposto sobre os lucros de 0,7% e o grupo EDP apurado um imposto líquido de 10,3 milhões de euros.

EDP

A EDP esclarece que pagou 481 milhões de euros de IRC em 2017 em portugal, o que equivale a 9,3% do IRC total arrecado pela Autoridade Tributária, ao contrário do que dizia uma notícia do ‘Expresso’ que referia que a EDP tinha conseguido uma taxa efectiva de imposto sobre os lucros de 0,7% e grupo EDP tinha apurado um imposto líquido de 10,3 milhões de euros.

É dito pela EDP que o ‘Expresso’ confunde o reporte contabilístico no relatório e contas e os valores efectivamente pagos de IRC pela EDP em Portugal.

“Os cerca de 10 milhões de euros relativos a 2017 que são referidos dizem respeito ao Grupo EDP, que tem atividade em todo o mundo, e beneficiam de um conjunto de eventos ocorridos fora de Portugal, nomeadamente a reforma fiscal nos EUA (equivalente a cerca de 44 milhões de euros) e a isenção de mais valias por venda de ativos em Espanha (cerca de 200 milhões de euros)”, explica a EDP.

Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?
Comentários