Eleições na Rússia: Putin já votou e antecipa esmagadora vitória

As sondagens dão uma larga vantagem ao atual chefe de Estado, que consegue mais de 70 por cento das intenções de voto, enquanto o segundo candidato mais votado não vai além dos 7 por cento.

Reuters

O presidente russo, Vladimir Putin, prepara-se este domingo para ser reeleito, sem surpresas, para um quarto mandato à frente do Kremlin. As sondagens dão uma larga vantagem ao atual chefe de Estado, que consegue mais de 70 por cento das intenções de voto, enquanto o segundo candidato mais votado não vai além dos 7 por cento.

As urnas abriram às 5h00 (hora de Lisboa) e em algumas regiões fecham às 18h00 (hora de Lisboa), devido aos 11 fusos horários que existem no país. Vladimir Putin já votou e a Comissão Eleitoral apela aos 107 milhões de eleitores russos para que façam o mesmo. Espera-se uma taxa de participação a rondar os 70 por cento.

A estas eleições foram apresentadas oito candidaturas. Além de Vladimir Putin estão também na corrida Ksenia Sobchak (apresentadora de televisão), Pavel Grudinin (multimilionário comunista), Vladimir Zhirinovsky (ultranacionalista), Grigory Yavlisnky (economista liberal), Boris Titov (antigo empresário), Sergei Baburin (professor de Direito) e Maxim Suraikin (lidera um partido alternativo ao partido comunista).

De fora ficou aquele é que o principal opositor de Vladimir Putin, Alexei Navalny.

Relacionadas

Putin e mais sete: quem são os candidatos às eleições russas?

Da apresentadora de televisão passando pelo engenheiro e chegando ao empresário, há de tudo um pouco entre os oponentes de Vladimir Putin às eleições russas. Mais de 100 milhões de eleitores vão hoje às urnas.
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários