Energia: assinado contrato de 578 milhões para ligação elétrica entre a Península Ibérica e França

Este é o maior montante alguma vez atribuído a um projeto de infraestruturas energéticas.

O primeiro-ministro, António Costa, o presidente de França, Emmanuel Macron, e o presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, reuniram-se esta tarde em Lisboa para reforçar a cooperação regional no âmbito da União da Energia.

Ao apoiar a construção de infraestruturas necessárias e a integração da Península Ibérica no mercado interno da energia, o objetivo da União Europeia consiste em pôr termo ao isolamento energético desta parte da Europa, melhorando a segurança energética.

“Com 280 quilómetros, esta interconexão elétrica duplicará até 2025 a capacidade de troca entre França e Espanha e aproximará este país da meta de interconexão de 15% fixada pelo Conselho Europeu (em vez do nível atual de 2,6%), e irá integrar toda a Península Ibérica no mercado interno da eletricidade”, anunciou a Comissão Europeia em comunicado.

Assim, os líderes assinaram com a Comissão Europeia (representada por Cañete) o financiamento de 578 milhões de euros para suportar parte do custo da interligação elétrica submarina que ligará Espanha e França através do Golfo da Biscaia (orçamentada em 1900 milhões de euros).

Hoje, as interligações entre a Península Ibérica e França correspondem a pouco mais de 2% do consumo de Portugal e Espanha, pelo que com a infraestrutura prevista no acordo haverá um aumento dessa capacidade de interligação para 15% em 2030.

Este projeto envolve Portugal, Espanha e França e tem o intuito e cumprir a meta europeia de 10% do nível de interligações elétricas até 2020, prevendo ligações entre Portugal e Espanha (pela Galiza) e Espanha e França (pelo Golfo da Biscaia e pelos Pirenéus).

Ler mais
Relacionadas

Cimeira: Sánchez e Macron estão atualmente “num processo de transição energética”

Pedro Sánchez, primeiro-ministro espanhol e o chefe de Estado de França, Emmanuel Macron, estiveram hoje na segunda Cimeira das Interligações Energéticas, que decorreu hoje em Lisboa.
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários