Energias renováveis asseguraram consumo de eletricidade em Portugal durante 69 horas

Nos dois primeiros meses deste ano, as fontes de energia renováveis representaram 49% da produção nacional de eletricidade em Portugal.

As fontes de energias renováveis garantiram o consumo de eletricidade em Portugal durante 69 horas, quase três dias seguidos, entre as 16 horas da tarde de sextas-feira, dia 9 de março, e as 13 horas de segunda-feira, dia 12 de março.

Segundo a APREN – Associação de Energias Renováveis, de acordo com dados da REN – Redes Energéticas Nacionais, a eletricidade de origem renovável produzida nesse mesmo período foi de 521 GigaWatts/hora (GWh), enquanto o consumo elétrico nacional foi de 408 GWh.

“O grande destaque vai para as centrais eólicas nacionais, que só por si abasteceram o consumo elétrico em 65% do período. Estes dados reforçam o papel das fontes renováveis no abastecimento fiável e seguro das necessidades elétricas de Portugal”, destaca um cmunicado da APREN.

A APREN garante que, em Portugal, as centrais renováveis (hídricas, eólicas, solares, geotérmicas e de biomassa) produzem anualmente, em média, 54% das necessidades elétricas nacionais, o que permite reduzir as importações de combustíveis fósseis em perto de 750 milhões de euros por ano.

“Adicionalmente, é importante destacar que o setor renovável nacional permitiu criar um ‘cluster’ responsável por mais de 56 mil empregos (diretos e indiretos) e por uma exportação de equipamentos (aerogeradores, painéis fotovoltaicos e componentes elétricas e eletromecânicas), que ascende a 400 milhões de euros por ano”, destaca o referido comunicado.

A APREN alerta que “se chuva e vento permitem estes recordes no Inverno, torna-se imperioso fomentar e avaliar as mais-valias do aproveitamento de energia solar fotovoltaica”, concluindo que “só assim se conseguirá assegurar que no Verão também se alcancem contribuições significativas de fontes de energia não emissoras de gases com efeito de estufa “.

Recorde-se que a APREN divulgou que nos dois primeiros meses deste ano, as fontes de energia renováveis representaram 49% da produção nacional de eletricidade em Portugal.

.

Ler mais
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários