Estádio do Estrela da Amadora na Reboleira vai a leilão por seis milhões de euros

No decorrer de um processo de insolvência do Estrela da Amadora, foi fundado um novo clube, o Clube Desportivo Estrela, que usa as instalações da Reboleira.

O histórico Estádio José Gomes, na Reboleira, do Clube Desportivo Estrela vai ser vendido uma dez anos depois do ‘tricolor’ ter falido, noticiou o “Jornal de Negócios” esta terça-feira, 6 de agosto. Na sequência de um demorado processo de insolvência vai a leilão, além do estádio, o campo de treinos e o edifício onde funciona o bingo por seis milhões de euros. O Estado, principal credor do Estrela da Amadora, será o principal beneficiário do leilão.

Este é o desfecho de um processo que remonta a 2010, altura em que o Estrela da Amadora avançou com um pedido de insolvência devido à falta de meios próprios ou de crédito para cumprir as obrigações financeiras, ficando impedido de se inscrever na principal liga de futebol. Um ano depois, o plano de reestruturação do clube foi negado pelos credores. A equipa da Reboleira somava 36,8 milhões de euros em dívidas.

No decorrer da insolvência do Estrela da Amadora, foi fundado um novo clube nas mesmas instalações, o Clube Desportivo Estrela.

Dado que o Estado era o principal credor, o Tribunal do Comércio de Sintra determinou a liquidação do património, que seria colocado em hasta pública para venda. O Estádio José Gomes acabou por ser alugado ao novo clube e o bingo subconcessionado à Pataca da Sorte.

Recomendadas

Arranca hoje a corrida do FC Porto pela Champions de olho em encaixe de 44 milhões

Sérgio Conceição e os seus homens estão a, pelo menos, 360 minutos de distância de poderem engordar a conta bancária dos azuis e brancos de forma generosa. Este encaixe financeiro é visto como fundamental pela SAD portista. 

Benfica celebra parceria com Placard por três anos

O Sport Lisboa e Benfica acaba de celebrar uma parceria com o Placard.pt que, nos próximos três anos, será o patrocinador oficial de apostas desportivas do clube. Segundo um comunicado do clube da Luz, “o Placard.pt marcará presença relevante tanto no ‘site’ oficial, como nas várias plataformas digitais do Benfica, sendo que ambas as entidades […]

Bruno Fernandes ‘às fatias’. Como vão ser repartidos os milhões da transferência do (ainda) jogador do Sporting?

Com uma cláusula de rescisão no valor de 100 milhões de euros e um contrato válido até 2023, Bruno Fernandes é de todos os elementos do plantel ‘leonino’, o único com capacidade para encher os cofres do clube.
Comentários