Estas são as 10 cidades mais caras do mundo para viver

Singapura lidera a lista das 10 cidades com o mais alto custo de vida para o relatório “Worldwide Cost of Living 2018 – Which global cities have the highest cost of living?”.

A unidade de investigação do grupo Economist, a Economist Intelligence Unit, divulgou o relatório “Custo de vida mundial 2018 – Quais as cidades globais com o maior custo de vida?” (A Worldwide Cost of Living 2018 – Which global cities have the highest cost of living?). Na edição deste ano, apesar de Portugal não figurar nem na tabela das mais caras nem no ranking das mais baratas, destaca-se um “ressurgimento” das urbes da Europa.

“Na Europa Ocidental, não são as cidades da zona euro que, em grande parte, continuam a ser as mais caras. Zurique (2º), Oslo (5º), Genebra (6º) e Copenhaga (8º) estão entre as dez mais caras. A única excepção é Paris (2º), que apareceu entre as dez cidades mais caras desde 2003. (…) A região conta agora com três das cinco cidades mais caras e metade das top10. A Ásia conta com mais quatro cidades, enquanto Telavive é o único representante do Médio Oriente”, refere o relatório.

Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?
Comentários