Estas são as marcas líderes na desintoxicação da indústria da moda

O estudo “Destination Zero – Seven Years of Detoxing the Clothing Industry”, elaborado pela associação ambientalista Greenpeace, concluiu que 72% das empresas de moda, artigos desportivos e marcas de luxo asseguraram ter chegado à eliminação completa dos químicos perfluorados na produção dos seus produtos.

A associação ambientalista Greenpeace reuniu pela primeira vez as conquistas das marcas e empresas da iniciativa “Detox Committed” a propósito do seu progresso na utilização das substâncias químicas perigosas. O estudo “Destination Zero – Seven Years of Detoxing the Clothing Industry”, publicado na semana passada, concluiu que 72% das empresas de moda, artigos desportivos e marcas de luxo asseguraram ter chegado à eliminação completa dos químicos perfluorados na produção dos seus produtos e que 28% está a no bom caminho para a sua extinção destes químicos.

Os produtos químicos perfluorados, sobretudo o ácido perfluorooctanoico e o perfluorooctanossulfónico, são geralmente utilizados para a produção de polímeros, mólecuas que se encontram no poliéster e no nylon das roupas e tapetes ou no spandex dos fatos de banho, por exemplo. “Fizemos um grande progresso na eliminação de produtos químicos perigosos que poluem os nossos cursos de água e o ambiente. Houve uma grande mudança de paradigma na indústria do vestuário, desencadeada pela campanha Detox”, afirmou Bunny McDiarmid, diretor executivo da Greenpeace International.

Gestão de Produtos Químicos / Transparência / Substituição de químicos tóxicos

Fonte: “Destination Zero – Seven Years of Detoxing the Clothing Industry”

Recomendadas

Governo disponibiliza 600 mil euros para apoiar agricultores de Mação, Vila de Rei e Sertã

Esta decisão decorre da publicação, hoje, em Diário da República, de um despacho que reconhece este incêndio como “catástrofe natural”.

Fundo Ambiental vai aplicar um milhão de euros na adaptação às alterações climáticas

Proteção ao litoral, na recuperação de solos e na reabilitação da rede hidrográfica são algumas das áreas em que o Fundo Ambiental poderá conceder apoio financeiro.

Parlamento recomenda ao Governo declaração do estado de urgência climática

Foi publicada nesta segunda-feira, 29 de julho, a resolução da Assembleia da República que recomenda ao Executivo de António Costa que assuma o compromisso de promover a máxima proteção de pessoas, economias, espécies e ecossistemas, e de restaurar condições de segurança e justiça climáticas.
Comentários