EUA pedem à ONU “plena aplicação” das sanções até que Coreia do Norte avance com desnuclearização

O responsável transmitiu esta mensagem aos 15 membros do Conselho de Segurança numa reunião informal a que também assistiram o Japão e a Coreia do Norte. Especificamente, Washington quer assegurar o fim de exportações para Pyongyang de produtos petrolíferos refinados.

KCNA KCNA/Reuters

O secretário de Estado dos Estados Unidos da América, Mike Pompeo, exigiu hoje das Nações Unidas a “plena aplicação das sanções” contra a Coreia do Norte até que o país cumpra com os seus compromissos de desnuclearização.

O responsável transmitiu esta mensagem aos 15 membros do Conselho de Segurança numa reunião informal a que também assistiram o Japão e a Coreia do Norte.

Já aos jornalistas, numa conferência de imprensa conjunta com o secretário das Nações Unidas, António Guterres, Pompeo insistiu que é fundamental que continue a pressão sobre o regime norte-coreano se se quiserem conseguir avanços no processo de negociação aberto no início do ano.

“Quando as sanções não se aplicam, as perspetivas para uma desnuclearização com sucesso diminuem”, disse Pompeo, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU).

Nos últimos anos, o Conselho de Segurança tornou mais duras as sanções contra a Coreia do Norte em resposta aos seus testes nucleares e de mísseis, mas os Estados Unidos acreditam que nem todos os países estão a fazer tudo o necessário para os implementar.

Especificamente, Washington quer assegurar o fim de exportações para Pyongyang de produtos petrolíferos refinados.

Ler mais
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários