Euribor não mexe a três e a 12 meses mas cai a seis e a nove

As Euribor apresentam hoje comportamentos distintos consoante os prazos, mantendo-se estáveis as taxas a três e a 12 meses, embora tenham caído a seis e a nove meses, face à sessão de terça-feira. A taxa Euribor a seis meses, a mais usada em Portugal nos contratos de crédito à habitação, caiu 0,001 pontos para 0,188% […]

As Euribor apresentam hoje comportamentos distintos consoante os prazos, mantendo-se estáveis as taxas a três e a 12 meses, embora tenham caído a seis e a nove meses, face à sessão de terça-feira.

A taxa Euribor a seis meses, a mais usada em Portugal nos contratos de crédito à habitação, caiu 0,001 pontos para 0,188% em relação ao dia anterior.

Já a Euribor a três meses manteve-se inalterada nos 0,088%, enquanto nos nove meses recuou 0,001 pontos para 0,262%.

A Euribor a 12 meses, por sua vez, manteve-se constante nos 0,340%, quando comprada com a sessão anterior.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.

OJE/Lusa

Ler mais

Recomendadas

PSI 20 acompanha Europa em alta. Títulos do Grupo EDP impulsionam praça nacional

O principal índice bolsista português soma 0,46%, para 4.855,54 pontos.

Abrandamento da economia poderá ser entrave para Moody’s igualar as pares na avaliação de Portugal

A Moody’s tem agendada uma avaliação à notação da dívida soberana portuguesa esta sexta-feira. A agência poderá querer alinhar-se com a S&P e a Fitch através de uma subida de um grau para ‘Baa2’, mas as incertezas que estão a esfriar o crescimento da economia global poderão ser motivo para manter o ‘status quo’.

Acalmia cambial trouxe bons resultados em Wall Street

O índice tecnológico S&P, .SPL.RCT, que inclui empresas que têm uma maior exposição ao mercado chinês e estiveram no centro das vendas registadas na segunda-feira, foi aquele que mais valorizou nesta sessão, com um crescimento de 1,61%.