EuroBic reembolsa 94,5 milhões de euros aos clientes com obrigações do ex-BPN

A operação de amortização do empréstimo obrigacionista realizar-se-á a 3 de abril, em conjunto com o pagamento de juros do último cupão, segundo o comunicado. Esta amortização antecipada é efetuada sem qualquer perda para os clientes.

Cristina Bernardo

O EuroBic (Banco BIC Português) vai realizar de forma voluntária a amortização antecipada de uma emissão de obrigações perpétuas no valor de 94,5 milhões de euros, colocada no mercado obrigacionista em 2008 pelo então BPN, anunciou o banco liderado por Teixeira dos Santos.

A operação de amortização do empréstimo obrigacionista realizar-se-á a 3 de abril, em conjunto com o pagamento de juros do último cupão, segundo o comunicado.

Esta amortização antecipada é efetuada sem qualquer perda para os clientes, “honrando assim o EuroBic todos os compromissos herdados quando da compra do ex-BPN”, diz a instituição.

“A decisão do EuroBic enquadra-se num processo de permanente análise das condições financeiras atuais e futuras da instituição e do mercado bancário nacional e internacional, marcadas hoje pela confiança no desenvolvimento equilibrado e sustentável das operações”, refere a nota de imprensa.

Esta operação foi autorizada pelo Banco de Portugal e cumpre todas as condições técnicas e jurídicas da emissão realizada, diz o comunicado.

Recomendadas

Inovação e empreendedorismo

Há que aplicar as novas tecnologias à cadeia de valor de uma empresa para que esta possa fornecer a melhor resposta ao cliente, conhecendo e focando-se nas necessidades que este tem. Neste ponto as startups representam uma mais-valia.

CGD avalia ações contra gestores que aprovaram crédito a Vale do Lobo

Advogados da CGD estão a avaliar ações cíveis contra gestores da administração de Santos Ferreira que deram ‘luz verde’ a operação Vale do Lobo. Parecer é entregue após o verão para decisão final.

JP Morgan bem posicionado para liderar entrada em bolsa da WeWork

Dona da WeWork vai emitir obrigações até seis mil milhões de dólares e fontes próximas da empresa revelaram que a instituição financeira que montar esta operação poderá ter papel ativo na entrada em bolsa da WeWork.
Comentários