Europa já tem acordo provisório sobre regras para comunicações 5G

O acordo foi alcançado sobre uma série de medidas fundamentais previstas no Código Europeu das Comunicações Eletrónicas.

O Parlamento Europeu, o Conselho e a Comissão Europeia chegaram a um acordo político provisório sobre várias partes cruciais das novas regras de telecomunicações e de política do espetro de radiofrequências.

O acordo foi alcançado sobre uma série de medidas fundamentais previstas no Código Europeu das Comunicações Eletrónicas, incluindo a disponibilidade de espetro de radiofrequências para as comunicações 5G até 2020 na União Europeia (UE), 20 anos de previsibilidade de investimento para as licenças de espetro e uma melhor coordenação e avaliação pelos pares em matéria de procedimentos previstos para a atribuição de espetro de radiofrequências.

Recorde-se que por ocasião do discurso de 2016 sobre o estado da União do presidente Juncker, a Comissão apresentou uma revisão ambiciosa da regulamentação da UE no domínio das telecomunicações, com novas iniciativas para responder às necessidades crescentes de conectividade dos cidadãos europeus e aumentar a competitividade da Europa. Tendo então apresentado um conjunto de propostas que visavam estimular o investimento em redes de capacidade muito elevada e acelerarão o acesso público dos europeus às redes Wi-Fi.

Como base de uma destas propostas constava então o objetivo de todas as zonas urbanas e todas as grandes vias de transporte rodoviário e ferroviário terem cobertura 5G ininterrupta, a quinta geração de sistemas de comunicação. Como objetivo intermédio, a conectividade 5G deveria estar disponível comercialmente em, pelo menos, uma das grandes cidades em cada Estado-Membro da UE até 2020.

Só para as comunicações a Comissão apresentou nesta altura o “Plano de Ação 5G”, que prevê um calendário comum coordenado da UE para o lançamento comercial dos serviços 5G em 2020, bem como um trabalho conjunto com os Estados-Membros e as partes interessadas do setor para identificar e atribuir faixas do espetro para as comunicações 5G, organizar ensaios de serviços 5G pan-europeus a partir de 2018, promover normas mundiais 5G comuns e incentivar a adoção de roteiros nacionais de implantação dos serviços 5G em todos os Estados-Membros da UE.

Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários