Europac volta a alargar o prazo da sua dívida, agora por dois anos até 2024

As novas condições reduzem os juros em mais 20 pontos base e aumentam o vencimento da dívida em dois anos adicionais, passando de 2022 para 2024.

Redução dos juros em 20 pontos base e aumento do prazo de vencimento da dívida em dois anos, passando de 2022 para 2024, são as novidades que a Europac anuncia com vista à melhoria do seu empréstimo sindicado. Neste contexto, a linha de crédito adicional de que dispõe a empresa reduziu os juros em 50 pontos base.

Após a assinatura do último acordo de revisão do empréstimo sindicado, em dezembro de 2016, o custo financeiro da empresa, sem efeitos extraordinários, caiu 27%, anuncia a empresa.

O Grupo Europac (embalagens em papel e cartão) assinou uma renovação do seu empréstimo sindicado, rubricado em julho de 2015 e revisto pela última vez em dezembro de 2016, por um montante atual de 260 milhões de euros. É este acordo entre a empresa e as entidades financeiras que prevê novamente a redução do custo de financiamento e a ampliação dos prazos de vencimento do empréstimo.

De recordar que as condições de melhoria vinculadas na anterior renovação do empréstimo sindicado, assinada em dezembro de 2016, teve o seu primeiro ano completo de aplicação no último exercício, diz a empresa. Desta forma, o custo financeiro em 2017 caiu 48% para os 6 milhões de euros.

Diz a Europac que sem considerar efeitos extraordinários, esta redução seria de 27%.

O Grupo Europac renovou também o seu programa de emissão de créditos no Mercado Alternativo de Renda Fixa (MARF), ampliando o montante máximo dos 100 para os 200 milhões  de euros. O objetivo desta operação é continuar a reduzir os custos financeiros e diversificar as fontes de financiamento.

José Miguel Isidro, presidente do Grupo Europac, diz em comunicado que “estas duas operações, que além de fortalecerem e flexibilizarem a estrutura de financiamento da empresa diversificam as fontes de crédito, são um reflexo da extraordinária solidez financeira do grupo e da boa gestão que sempre foi seguida nesta matéria”.

Ler mais
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários