Ex-líder do PS-M preocupado com falta de propostas na análise e projeção aos apoios 2030

Carlos Pereira critica inércia do Governo Regional e das estruturas partidárias regionais, incluindo do Partido Socialista madeirense.

O Governo Regional e as estruturas partidárias madeirenses, “incluindo o PS”, já deviam ter apresentado uma proposta de comissão eventual para análise e projecção dos apoios 2030, alerta o ex-líder dos socialistas madeirenses.

Carlos Pereira diz que anda tudo “à nora sobre o futuro dos fundos europeus”, enquanto que “no plano nacional o governo está a trabalhar a todo o vapor”. Para o socialista, não basta que a Assembleia da República oiça as regiões autónomas, num cenário em que “está em cima da mesa, com a saída do Reino Unido, a perda de 15 bilhões por ano para o Orçamento da UE. “Isso significa que se perdem 15% dos fundos de coesão e PAC”, alerta.

A Madeira, afirma Carlos Pereira, “tem de ter a lição bem estudada”, já que “no passado a negligência teve consequência drásticas nos montantes obtidos”.

Numa alusão às recentes audiências que têm sido preconizadas pelo atual presidente socialista, ainda esta quarta-feira Emanuel Câmara foi recebido pelo Representante da República para a Região Autónoma da Madeira, Ireneu Cabral Barreto, Carlos Pereira diz que o resultado destas apresentações de cumprimentos “é quase um poço cheio de nada”.

“Não me preocupa apenas a pasmaceira do governo, preocupa-me tudo o resto que, entre entregas de panfletos e apresentações de cumprimentos, o resultado é quase um poço cheio de nada”, critica.

Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.
Comentários