Exposição assinala descoberta da Madeira no Museu Nacional de Arte Antiga

Mostra conta a história da época áurea da cana-de-açúcar e vai revelar ao público cerca de uma centena de obras artísticas da época.

O Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA) inaugura, a 15 de Novembro, a exposição ‘As ilhas de Ouro Branco’ que assinala os 600 anos da descoberta da Madeira e do Porto Santo.

A mostra conta a história da época áurea da cana-de-açúcar e vai revelar ao público cerca de uma centena de obras, resultado de encomendas artísticas da época, de coleções particulares do Museu de Arte Sacra do Funchal e de igrejas de todo o arquipélago.

A abrir a exposição será exibida a cruz de D. Manuel I, “uma peça excecional em todo o mundo”, afirmou, esta quarta-feira, António Pimental, diretor do MNAA.

Para além de dar a conhecer a história da Madeira, esta exposição é, no entender do presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, “uma iniciativa que visa a afirmação do património e da cultura nacional”.

Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.
Comentários