Famílias europeias poupam menos no 2.º trimestre

A taxa de poupança das famílias fixou-se em 12,9% na zona euro no segundo trimestre deste ano, abaixo dos 13,1% registados nos primeiros três meses do ano, segundo o Eurostat. Também no total dos 28 países da União Europeia (UE), a taxa caiu de 10,7% no primeiro trimestre deste ano para 10,4% do rendimento disponível […]

A taxa de poupança das famílias fixou-se em 12,9% na zona euro no segundo trimestre deste ano, abaixo dos 13,1% registados nos primeiros três meses do ano, segundo o Eurostat.

Também no total dos 28 países da União Europeia (UE), a taxa caiu de 10,7% no primeiro trimestre deste ano para 10,4% do rendimento disponível no segundo trimestre.

A taxa de poupança corresponde à percentagem do rendimento disponível bruto que as famílias não gastam e reservam para o aforro.

Ainda segundo os dados sobre a poupança das famílias hoje divulgado pelo gabinete oficial de estatísticas europeu, a taxa de investimento das famílias caiu ligeiramente para 8,2% entre abril e junho (face aos 8,3% do primeiro trimestre), enquanto na UE se manteve estável nos 7,8%.

Quanto ao rendimento das famílias, em termos nominais, cresceu uns ligeiros 0,2% na zona euro no segundo trimestre, o mesmo aumento registado no rendimento das famílias em termos reais, per capita.

 

OJE/Lusa

Ler mais
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.