Filhos brancos e de olhos azuis: a tendência global que está a gerar polémica no Brasil

Com olhos azuis e cabelos loiros, “o doador número 9601 é um dos mais requisitados por mulheres ricas do Brasil que estão a importar o DNA de jovens norte-americanos em números sem precedentes”, revela o “The Wall Street Journal”. A preferência por doadores brancos “reflete uma persistente preocupação com a raça num país onde a classe social e a cor da pele se correlacionam com evidente precisão”.

12.

A maioria dos brasileiros são negros ou mulatos, ao contrário de Othello, um cidadão norte-americano (operador de caixa de supermercado) que tem “olhos azuis, cabelos loiros e algumas sardas no rosto”. De acordo com o “The Wall Street Journal”, trata-se do “doador 9601” do Banco de Esperma de Seattle, EUA, “um dos mais requisitados por mulheres ricas do Brasil que estão a importar o DNA de jovens norte-americanos em números sem precedentes”.

Nos últimos sete anos, segundo o mesmo jornal, as exportações de sémen humano dos EUA para o Brasil aumentaram exponencialmente. “Mulheres solteiras ricas e casais de lésbicas selecionam doadores cujos perfis ‘online’ sugerem que vão resultar em crianças de pele branca e olhos azuis”, lê-se na reportagem em causa. Ou seja, verifica-se uma forma de eugenia na seleção dos doadores de esperma, com o objetivo de gerar crianças com características “caucasianas”.

“O Brasil é um dos mercados em maior crescimento para o sémen importado”, destacou Michelle Ottey, diretor laboratorial do Criobanco de Fairfax, Virginia, citado pelo “The Wall Street Journal”. Mas as preferências dos brasileiros por doadores de pele branca e cabelos loiros não é uma singularidade. Vários diretores de bancos de esperma dos EUA dizem que se trata de uma tendência global. Embora os números do Brasil sejam mais expressivos.

“Todos querem uma criança bonita e, para muitos pais no Brasil, onde o preconceito muitas vezes é profundo, isso significa o biótipo branco, com olhos e pele claros”, diz Susy Pommer, analista de dados residente em São Paulo, Brasil, com 28 anos de idade. Pommer decidiu engravidar no ano passado, depois de “um susto com um cancro da mama”. A preferência por doadores brancos “reflete uma persistente preocupação com a raça num país onde a classe social e a cor da pele se correlacionam com evidente precisão”, sublinha o jornal.

Relacionadas

Vereadora e ativista dos direitos humanos executada a tiro no Rio de Janeiro

Marielle Franco foi atingida por múltiplos disparos. O motorista que conduzia o automóvel também morreu na sequência do ataque, junto à prefeitura do Rio de Janeiro. No dia anterior, a vereadora lamentara “mais um homicídio de um jovem que pode estar entrando para a conta da Polícia Militar”.
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários