Franchising gerou 5,1 mil milhões de euros em 2016

Conclusões do 22º Censo do Franchising revelam a atividade de 117.450 postos de trabalho, que representaram 2,55% do emprego em Portugal, em 2016.

Em 2016, o franchising contribuiu com 2,79% do PIB nacional, representando um volume de negócios de 5.167 milhões de euros e 117.450 postos de emprego, correspondendo a 2,55% do emprego em Portugal, no ano passado. As conclusões são do 22º Censo do Franchising 2016, apresentadas em antecipação da Expofranchise, o maior encontro de franchising do país, que terá lugar amanhã e sábado, 2 e 3 de junho, em Lisboa.

O sector do franchising registou 574 marcas a operar em Portugal em 2016, mais 22 marcas do que no ano anterior. De acordo com o 22º Censo do Franchising, o número de empregos em regime de franchising aumentou 1,06% face a 2015. Já o volume de negócios gerado aumentou 0,06% em 2016, quando comparado com o período homólogo.

Segundo os dados apurados, em 2016 os conceitos de baixo investimento continuaram a dominar no universo do franchising, com 47% dos conceitos de negócio a corresponderem a investimentos até 25 mil euros. Ao nível sectorial, os Serviços mantêm-se como setor dominante, correspondendo a 57,3% dos negócios em franchising. Ao nível das competências, Espírito empreendedor e Perfil Comercial são as aptidões mais valorizadas pelas marcas na seleção de futuros franchisados.

A assinalar as conclusões do único levantamento regular sobre este setor em Portugal, aproxima-se a realização da 22º edição da Expofranchise, o maior encontro de franchising em Portugal, que conta já com cerca de 50 marcas confirmadas e espera a presença de cerca de 2 mil visitantes. O encontro realiza-se nos dias 2 e 3 de junho, na Sala Tejo do MEO Arena, este ano com a ampliação da área de exposição para receber os vários setores presentes.

Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários