Funchal aprova adjudicações no valor de 8,3 milhões de euros para bairros sociais e reforço de escarpas

A autarquia adjudicou obras em 30 fogos na Quinta Falcão, no âmbito do programa Amianto Zero, que têm um custo de 2,6 milhões de euros. Os taludes no Caminho dos Tornos, São Roque, Rotunda da Fundoa e na estrada da Socipamo estão avaliados em 5,7 milhões de euros.

A reunião de Câmara do Funchal aprovou adjudicações no valor de 8 milhões e 300 mil euros para o programa Amianto Zero, que visa retirar esta substância dos bairros sociais municipais, e ainda na consolidação de escarpas.

O município decidiu adjudicar 30 jogos na Quinta Falcão, no valor de 2,6 milhões de euros, suportados pelo orçamento municipal, no âmbito do programa Amianto Zero.

“Este é um dos projectos mais estruturantes que nós estamos a resolver com o orçamento municipal”, afirmou Paulo Cafôfo, presidente da Câmara Municipal do Funchal.

Ainda sobre o programa Amianto Zero o autarca clarificou que “não há qualquer apoio regional e nacional” e que a perspectiva é que até dezembro existam mais 26 fogos nos viveiros.

Foram ainda adjudicadas as obras referentes a quatro taludes afectados dos incêndios de 2016, no Caminho dos Tornos, São Roque, Rotunda da Fundoa, e Estrada da Socipamo, no valor de 5 milhões e 700 mil euros

“A Câmara fez o seu trabalho neste dossier. A consolidação das escarpas são financiadas pelo POSEUR”, referiu o autarca.

Ler mais
Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.
Comentários