Funchal implementa seis ilhas ecológicas e quer revolucionar recolha de resíduos na cidade

O município gastou 365 mil euros para a aquisição destas ilhas ecológicas sendo que já decorre um concurso para a aquisição de mais doze.

O município do Funchal tem implementadas seis ilhas ecológicas que são ecopontos subterrâneos. A ideia passa por revolucionar a recolha de resíduos na cidade.

A apresentação destes ecopontos subterrâneos, foi feita na passada terça-feira, onde foi explicado o mecanismo pelo qual operam estas ilhas ecológicas.

“Entramos agora numa nova fase na era da recolha dos resíduos seletivos na cidade do Funchal com a instalação destas seis Ilhas Ecológicas, também conhecidas como Ilhas Verdes”, referiu Paulo Cafôfo, presidente da Câmara Municipal do Funchal.

Para o autarca a instalação destes ecopontos vai permitir que o município melhore “o impacto na imagem estética da cidade” e que estas ilhas ecológicas “vão produzir menos odores”.

“Uma vantagem que, para além da maior capacidade, permite alcançarmos melhores taxas na reciclagem de resíduos”, explicou.

A autarquia gastou 365 mil euros para dar instalar estes seis ecopontos. O autarca anunciou que “já a decorrer o novo concurso para a aquisição de doze novas ilhas” todas para o Bairro da Nazaré uma zona que “ficará completamente coberto com este novo sistema”.

“A nossa opção passou por ponderar locais onde existe restauração, pontos turísticos e em grandes áreas residenciais, como é o exemplo do Bairro da Nazaré. Hoje entramos numa nova fase na recolha de resíduos seletivos do Funchal”, clarificou.

Ler mais
Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.
Comentários