Funcionário dos CTT terá desviado objetos no valor de 5.400 euros

Um funcionário dos CTT está indiciado pela prática do crime de peculato por alegadamente ter desviado de objetos postais artefactos em ouro e prata num valor superior a 5.400 euros, anunciou esta sexta-feira a Procuradoria-Geral Distrital de Coimbra.

Cristina Bernardo

Numa curta nota publicada na página da instituição, lê-se que o homem foi detido na quinta-feira, “no âmbito de uma investigação do DIAP [Departamento de Investigação e Ação Penal] distrital de Coimbra em articulação funcional com a Diretoria do Centro da PJ”.

“Indicia-se que, desde o ano de 2015, retirou por diversas vezes objetos postais expedidos na modalidade ‘Express mail’, que continham no seu interior artefactos em ouro e prata, em valor superior a 5.400 euros”, refere a nota.

A informação especifica também que, depois de presente a primeiro interrogatório judicial, foi-lhe aplicada a medida de coação de suspensão do exercício de funções.

Relacionadas

CTT: subsidiária espanhola multada em mais de três milhões por alegado cartel

A subsidiária espanhola dos CTT está envolvida num processo judicial que acusa dez empresas no mercado expresso e encomendas de alegada prática de cartel.
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários